20/09/2014 00:54:27 Produtos ADVFN
Fale Conosco
Cadastro Gratis Login

Acesso iPhone

Índice

Criar Discussão

Atualizar

Meus Alertas

Meu Perfil

Busca

Regras

O Que Acontece Com A Ação "Ex-Dividendos", No Dia Seguinte Aos Proventos: Leiam

-Modificado em 30/03/2008 23:24
maspimentel Moderador 9414 (05/06/2007)
OBS: ESTE POST É PARTE DO MEU POST CENTRAL SOBRE "ANÁLISE FUNDAMENTALISTA".
http://br.advfn.com/p.php?pid=fbb_thread&bb_id=11&id=1225048


CAROS AMIGOS,

JÁ LI MUITA DISCUSSÃO SOBRE O QUE ACONTECE COM A AÇÃO NO DIA SEGUINTE AO ÚLTIMO DIA "COM" DIVIDENDOS: LEIAM E APRENDAM.

SENÃO, SERIA UMA FACILIDADE COMPRAR E VENDER NO DIA SEGUINTE COM "X" DE LUCRO LIMPINHO... A SARDINHADA IA VIVER SÓ DE COMPRAR AÇÕES NO ÚLTIMO DIA "COM" E VENDER NO 1º DIA "EX" DIVIDENDOS.

Investidor deve conhecer como ações são ajustadas na distribuição de proventos

Por: Equipe InfoMoney
27/08/07 - 19h00
InfoMoney


SÃO PAULO - A popularização de chats e fóruns financeiros na internet - com diversos investidores interagindo sobre alternativas de investimento - é uma importante ferramenta para a disseminação de dicas e conteúdo educacional neste segmento. Porém, muitas vezes a diferença significativa de conhecimentos entre os usuários pode gerar confusões.

Isso ocorre principalmente quando são discutidos temas que são simples para quem já tem alguma experiência no mercado, mas que podem parecer mais difíceis para os iniciantes. Estes últimos, muitas vezes, tomam decisões equivocadas em função da falta de entendimento de algumas definições básicas.

Proventos: dúvidas existem
Uma das situações em que isso acontece é quando existe distribuição de proventos (dividendos ou juros sobre capital próprio). O fato de uma ação distribuir dividendos significativos pode ser encarado, algumas vezes erroneamente, como motivo para comprar uma ação para rapidamente receber este benefício.

Uma questão que alguns investidores podem não ter ciência é que as cotações de uma ação tendem a sofrer um ajuste após a ação passar a negociar "ex", ou seja, após os proventos terem sido alocados ao investidor.

Para quem não conhece, existe uma data, chamada "data com" que é aquela na qual o investidor deve estar de posse da ação para receber os proventos. Após esta data, as ações ficam "ex", o que significa que os proventos já foram alocados. Ou seja, quem comprar após a data "com" já não terá mais direito aos dividendos.

Exemplo prático
Vamos imaginar o caso de uma ação que vale R$ 100,00 e que tem proventos de R$ 10,00 previstos, com data "com" fixada para a próxima sexta-feira. Isso significa que quem estiver de posse das ações no fechamento do pregão de sexta-feira terá direito a receber os proventos em dinheiro em sua conta corrente, em uma data ainda a ser determinada (não confunda data "com" com data de pagamento).

O que acontece com a ação na segunda-feira? Em geral, as ações passam por um ajuste, já que não são mais negociadas com o benefício de proventos. Ou seja, seu valor passa a ser menor, já que a parcela referente aos dividendos já foi alocada. Para entender melhor, é mais fácil imaginar que a ação, antes da data "com", era composta por duas partes distintas.

A primeira parte correspondia aos proventos, ou seja, R$ 10,00. Este valor, como você pode imaginar, não varia, já que corresponde à "promessa" da empresa alocar R$ 10,00 por ação de seus lucros para seus acionistas. Já a segunda parte, ou a ação propriamente dita, equivalia à diferença entre o valor total (R$ 100,00) e o valor do dividendo (R$ 10,00), ou seja, R$ 90,00.

Qual o valor após o ajuste?
Com este exemplo, fica fácil entender qual será o valor ajustado da ação a partir da segunda-feira. Como a parte referente aos dividendos já foi distribuída, restou a parte que efetivamente equivale à ação, ou seja, R$ 90,00. O valor ajustado de fechamento da sexta-feira, portanto, passará a ser R$ 90,00, contra um valor "nominal" (que incluía os proventos) de R$ 100,00 que foi registrado no pregão.

Pode parecer estranho que o preço de fechamento do pregão de sexta-feira mude de R$ 100,00 (após o pregão de sexta-feira) para R$ 90,00 (a partir da abertura de segunda-feira), mas é assim mesmo que ocorre, pois a parte referente ao dividendo é excluída.

Este ajuste, inclusive, pode ser aplicado para toda a série histórica da ação, permitindo que a cotação atual seja comparada corretamente com valores passados. Caso contrário, ficaria a impressão de que a ação fechou a sexta a R$ 100,00 e abriu a segunda a R$ 90,00, uma perda de cerca de 10%. Mas esta perda, na verdade, não ocorreu, pois o valor nominal da ação caiu, porém a diferença foi alocada na forma de proventos.

Cuidado com o ajuste
Entender como funciona este ajuste pode evitar um erro básico que, às vezes, é cometido por investidores iniciantes. Caso o ajuste não ocorresse, seria muito fácil ganhar dinheiro. Bastaria comprar a ação a R$ 100,00 no meio do pregão da sexta-feira, receber o dividendo de R$ 10,00 e vender a mesma ação a R$ 100,00 no início do pregão de segunda. Um ganho de 10% sem esforço!

Como o mercado se ajusta, a possibilidade deste ganho "fácil" não existe. Na verdade, isso mostra que existem duas formas básicas de ganhar com proventos: posicionamento de longo prazo na ação, se beneficiando de um fluxo de proventos, ou ter a sorte de comprar o papel pouco antes de um anúncio inesperado de proventos, o que geralmente acaba puxando para cima as cotações.

wall_peixe_1024.jpg
Comentários a seguir: 78
Último comentário: 13/Set/2010 13:25



Seu Histórico Recente
BOV
VALE5
Vale PNA
BOV
IBOV
iBovespa
BOV
PETR4
Petrobras
BOV
IGBR3
IGB SA
FX
USDBRL
Dólar EUA ..
Ações já vistas aparecerão nesta caixa, facilitando a volta para cotações pesquisadas anteriormente.

Registre-se agora para criar sua própria lista de ações customizada.

1 site:2 br 140920 00:54