FGTS amarga forte redução de arrecadação líquida em maio

LinkedIn

Segundo o Ministério do Trabalho, a arrecadação líquida do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) somou R$ 850 milhões em maio deste ano, o que representa queda de 9,19% em relação a igual mês do ano passado.

Em termos brutos, os ingressos, decorrentes do recolhimento de contribuições sobre o valor dos salários, cresceram 13,36% na mesma comparação, chegando a R$ 7,54 bilhões em maio de 2013.

Por outro lado, os saques registraram aumento proporcional ainda maior (17,05%), resultando numa redução da arrecadação líquida do fundo. Os saques somaram R$ 6,69 bilhões, ante R$ 5,71 bilhões um ano antes. Do total sacado em maio deste ano, R$ 4,39 bilhões, cerca de 65%, foram motivados por demissão sem justa causa.

O Ministério do Trabalho ressalta que desde 2008, a tendência da arrecadação líquida no mês de maio é crescente, porém no mesmo período em 2011 e 2013 houve aumento no volume de saques relativamente maior do que a arrecadação bruta, registrando queda de arrecadação.”

Os dados de maio mostram também que o setor de serviços foi responsável por 29% da arrecadação do fundo no mês, seguido da indústria de transformação (19,8%) e do comércio (12,7%).

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.