Bolsa de Valores: CME reduz margens de garantias para negociação de contratos futuros

LinkedIn

Chicago, 19 de Agosto de 2013 – O CME Group reduziu a margem de garantia para negociação de contratos futuros de uma série de commodities agrícolas.

A partir do fechamento de terça-feira, 20 de agosto de 2013, os especuladores deverão depositar US$ 2.025 para abrir uma posição futura em milho, menos que os US$ 2.700 exigidos anteriormente. Manter essa posição demandará outros US$ 1.500, abaixo da garantia anterior de US$ 2 mil.

A margem inicial para soja foi cortada de US$ 4.590 para US$ 4.050, enquanto a de manutenção passou de US$ 3.400 para US$ 3.000. Participantes com hedge também terão os depósitos reduzidos para milho e soja, de acordo com o CME.

Entre as outras commodities que tiveram as margens de garantia diminuídas estão o arroz em casca, o bezerro, o boi vivo, o farelo de soja, o óleo de soja e o porco magro.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.