PIB: atividade economica brasileira apresenta expansão em agosto de 2013

LinkedIn

Em menos de uma semana, duas respeitadas instituições divulgaram cálculos que indicam que a economia brasileira apresentará expansão no terceiro trimestre de 2013. O Banco Central do Brasil e a Serasa Experian registram aumento da atividade econômica brasileira em agosto, tanto em comparação com julho, quanto em relação à agosto de 2012.

Rio de Janeiro, 21 de Outubro de 2013 – Na semana passada, o Banco Central do Brasil divulgou seu Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) em relação ao segundo trimestre de 2013. De acordo com o índice, a atividade econômica brasileira expandiu-se 0,08%  em agosto, na comparação com o mês anterior. Já em relação à agosto de 2012, a expansão foi de 1,32%. No acumulado do ano, a economia brasileira apresenta uma expansão de 2,76% e, em 12 meses, uma expansão de 2,13%.

Nesta manhã, porém, a Serasa Experian, divulgou um resultado um pouco mais animador. De acordo com a instituição, a atividade econômica brasileira aumentou 0,3% em agosto, na comparação com julho, feitos os ajustes sazonais. Ante agosto do ano passado, houve avanço de 1,5%. Com o resultado, o crescimento acumulado neste ano é de 2,4%. Em 12 meses, o aumento chega a 2,0%. Em julho, a atividade econômica tinha registrado retração de 0,7%.

Isso sinaliza que o desempenho da economia brasileira no terceiro trimestre deverá exibir um ritmo de expansão, em relação ao segundo trimestre de 2013, que tinha sido próximo de zero.

No lado da oferta, a alta de 0,3% da atividade econômica em agosto calculada pela Serasa Experian foi creditada à expansão de 0,9% da atividade industrial e de 0,2% do setor de serviços. Por outro lado, houve recuo de 2,4% no setor agropecuário. Pelo lado da demanda agregada, as exportações, com avanço de 3,5%, e as importações, com queda de 2,4%, já descontados os efeitos sazonais, foram os destaques.

O consumo das famílias e o do governo, ambos crescendo 0,2% em agosto, tiveram influência mais modesta. A formação bruta de capital fixo (investimentos) registrou a segunda queda mensal consecutiva, desta vez de 2,4%.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.