Brasil: produção mensal de petróleo e gás natural cresce em setembro

LinkedIn

A produção de petróleo no Brasil atingiu 2,094 milhões de barris/dia em setembro de 2013. O volume é 8,9% superior a igual período do ano passado. Os dados fazem parte do boletim de produção de petróleo e gás natural de setembro, divulgado nesta terça-feira pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Rio de Janeiro, 05 de Novembro de 2013 – De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a produção de petróleo no Brasil aumentou 4,1% em setembro na comparação com agosto, para 2,094 milhões de barris por dia (bpd). Na comparação com o mesmo mês de 2012, o crescimento foi de 8,9%. Já a produção de gás natural cresceu 1,5% no mês e 8,9% em relação a setembro de 2012, para 78,1 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d). A produção de petróleo e gás natural em setembro totalizou em torno de 2,585 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d).

De acordo com o documento divulgado pela ANP, a produção de petróleo e de gás natural, na camada pré-sal, em setembro, foi de 328 mil baris/dia e 11,1 milhões de metros cúbicos/dia, respectivamente. Com isso, o volume total na camada foi de 397,7 milhões de barris de óleo equivalente (BOE)/dia. O montante é 8,8% maior que o apurado no mesmo período de 2012.

Já o volume de queima de gás atingiu 2,7 milhões de metros cúbicos/dia, registrando queda de 40,1% em relação ao número obtido em setembro de 2012. Segundo a ANP, este foi o menor volume de gás natural queimado no Brasil desde maio de 2000, quando a queima realizada foi de, aproximadamente, 1,9 milhão de metros cúbicos/dia.

Ao todo 312 concessões operadas por 25 empresas foram responsáveis pela produção nacional em setembro, sendo 79 concessões marítimas e 233 terrestres. O campo de Marlim Sul, na Bacia de Campos, foi o de maior produção de petróleo, com uma média de 284,1 mil bbl/d. O campo de Manati, na Bacia de Camamu, foi o maior produtor de gás natural, com uma média de 6,4 milhões de m³/d.

A produção de petróleo e gás natural no Brasil foi oriunda de 8.985 poços, sendo 777 marítimos e 8.208 terrestres. O campo com o maior número de poços produtores foi Canto do Amaro, bacia de Potiguar, com 1.109 poços. Em torno de 92,4% da produção de petróleo e gás natural foram provenientes de campos operados pela Petrobras. Foram extraídos de campos marítimos 91,7% da produção de petróleo e 74,0% da produção de gás natural.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.