Economistas apostam que inflação fechará 2014 bem próxima ao teto da meta

LinkedIn

Os economistas do mercado financeiro brasileiro aumentaram consideravelmente a projeção de crescimento da inflação em 2014, frente ao patamar registrado em 2013 (5,91%).

Rio de Janeiro, 17 de Março de 2014 – Na última semana, os analistas alteraram a estimativa de crescimento do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 6,01 para 6,11%. Para 2015, a expectativa dos analistas para a inflação ficou estável, em 5,70%.

Sobre os demais índices inflacionários analisados, a mudança de percepção foi ainda mais evidente.

Para os analistas, o IGP-M crescerá em 2014 6,50% até o final de ano, ante 6,05% estimado no relatório anterior. Sobre o IGP-DI, a diferença entre uma semana e outra foi ainda maior (0,47%), ou seja, de 6,03% no relatório do dia 07 de março para 6,50% no relatório do dia 14 de março. O mercado financeiro também piorou a previsão de crescimento do IPC-Fipe: de 5,78% para 5,96%.

O Boletim Focus do Banco Central (BC) também mostrou que a expectativa sobre a Taxa Selic foi mantida em 11% ao ano, mesmo com a piora de percepção sobre o comportamento da inflação em 2014.

Pelo sistema que vigora no Brasil, o BC tem que calibrar a taxa básica de juros para atingir metas inflacionárias preestabelecidas, tendo por base o IPCA. Para 2013 e 2014, a inflação tem de ficar em 4,5%, com um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Desse modo, o IPCA pode ficar entre 2,5% e 6,5%, sem que a meta seja formalmente descumprida.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.