Todas as regiões brasileiras registraram quedas de exportação em Abril de 2015. Região Centro-Oeste registrou a maior queda.

LinkedIn

Rio de Janeiro, 15 de Maio de 2015 – O Brasil exportou US$ 15,156 bilhões no quarto mês do ano. Na comparação com abril de 2014, houve queda de 23,16% no valor total exportado. Esse foi o menor valor registrado para as exportações em meses de abril desde 2010. No comparativo de 2015 sobre 2014, todas as regiões brasileiras apresentaram quedas em suas exportações.

As exportações da Região Sudeste retrocederam 23,16%, passando de US$ 9,153 bilhões para US$ 7,019 bilhões (representando 46,31% do total exportado em abril de 2015). Os quatro estados da região apresentaram decréscimo. Todos os estados apresentaram queda: Minas Gerais (-24,2%, para US$ 7,3 bilhões), São Paulo (-12,9%, para US$ 14,0 bilhões), Espírito Santo (-12,2%, para US$ 3,4 bilhões) e Rio de Janeiro (-9,6%, para US$ 5,0 bilhões).

Confira todos os detalhes sobre as exportações brasileiras em Abril de 2015

A Região Centro Oeste, no período comparativo janeiro-abril 2015/2014, decresceu -30,1%, totalizando US$ 6,7 bilhões. O Estado de Mato Grosso, com 6,1% das exportações nacionais, maior estado exportador na região, registrou retração de 33,2%, ao somar US$ 3,6 bilhões. Foram observadas as seguintes variações: Distrito Federal, -22,5%, para US$ 74,2 milhões; Mato Grosso do Sul,-24,4%, para US$ 1,3 bilhão e Goiás, +27,3%, totalizou US$ 1,7 bilhão.

Na Região Norte, as exportações decresceram, em valor, 26,1%. Nesta comparação, à exceção do Acre (+149,5%) e Tocantins (+40,2%), todos os estados mostraram queda. O Pará, principal estado exportador da região, apresentou retração de 28,9%, para um total de US$ 3,5 bilhões; seguido por: Roraima (-74,0%, para US$ 4,3 milhões); Amapá (-44,9%, para US$ 101,3 milhões), Amazonas (-29,2%, para US$ 233,8 milhões) e Rondônia (-4,9%, para US$ 309,1 milhões).

A Região Sul, queda de 10,8%, passou de US$ 13,1 bilhões, em janeiro-abril de 2014, para US$ 11,7 bilhões, em igual período de 2015. Decresceram as exportações para o Paraná, -18,4%, para US$ 4,4 bilhões; Rio Grande do Sul, -3,8%, para US$ 4,7 bilhões e Santa Catarina, -8,6%, para US$ 2,6 bilhões.

As exportações da Região Nordeste, no período comparativo, retrocederam 10,0%, contabilizando US$ 4,1 bilhões. Os decréscimos foram os seguintes: Alagoas (-18,6%, para US$ 244,9 milhões), Pernambuco (-27,7%, para US$ 182,7 milhões), Ceará (-18,7%, para US$ 326,8 milhões), Bahia -18,0%, para US$ 2,3 bilhões), Paraíba (-24,6%, para US$ 45,7 milhões), Sergipe (-10,2%, para US$ 22,6 milhões) e Rio Grande do Norte (-8,0%, para US$ 72,4 milhões). Houve crescimento nas vendas do Maranhão (+39,5%, para US$ 896,6 milhões) e Piauí (+40,6%, para US$ 44,4 milhões).

Notícias Relacionadas

– Vale e Petrobras mantêm a dianteira entre as maiores exportadoras do Brasil em Abril de 2015. Distância para as demais empresas, porém, caiu bastante

– Em Abril de 2015, China manteve a dianteira na lista dos principais países compradores das exportações brasileiras

– Em Abril de 2015, a soja manteve-se como o principal produto de exportação do Brasil

– Brasil: vendas de produtos básicos lideram as perdas das exportações brasileiras em Abril de 2015

– Balança Comercial: exportações para China caem 23,45% em Abril de 2015

– Exportações brasileiras obtém pior mês de Abril desde 2010

 

Deixe um comentário