Relatório sobre os resultados operacionais e financeiros da Sabesp (SBSP3) no 2° trimestre de 2015

LinkedIn

Em 13 de Agosto de 2015, a Sabesp divulgou relatório sobre seus resultados operacionais e financeiros durante o segundo trimestre de 2015. As informações financeiras e operacionais contidas nesse relatório, exceto quando indicado de outra forma, são apresentadas em bases consolidadas, em reais brasileiros, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, incluindo a Legislação Societária e a convergência às normas internacionais do IFRS. As comparações realizadas neste comunicado levam em consideração o segundo trimestre de 2014, exceto quando especificado em contrário.

A empresa surgiu em 1973 com o objetivo de implementar as diretrizes do Governo brasileiro estabelecidas no Plano Nacional de Saneamento – PLANASA. O programa, patrocinado pelo Governo brasileiro, financiava investimentos de capital e auxiliava no desenvolvimento de companhias estaduais de água e esgotos, com recursos do FGTS. Desde sua constituição, outras empresas públicas ou sociedades controladas pelo Estado de São Paulo, ligadas ao fornecimento de água, coleta e tratamento de esgotos no Estado, foram incorporadas à Sabesp (SBSP3).

A Sabesp (SBSP3) é uma empresa de economia mista responsável pelo fornecimento de água, coleta e tratamento de esgotos de 364 municípios do Estado de São Paulo. Em parceria com empresas privadas, a companhia também atua em outros quatro municípios, Mogi-Mirim, Castilho, Andradina e Mairinque, além de realizar serviços de consultoria, no Panamá e em Honduras, e parcerias com as concessionárias estaduais de saneamento dos Estados de Alagoas e Espírito Santo.

Além dos serviços de saneamento básico, a Sabesp (SBSP3) está habilitada a atuar nos mercados de drenagem, serviços de limpeza urbana, manejo de resíduos sólidos e energia.

 

 

Conjuntura Econômica da Sabesp no 2° Trimestre de 2015

No segundo trimestre de 2015, a receita operacional líquida da Sabesp (SBSP3), a qual considera a receita de construção, totalizou R$ 2,8 bilhões, um acréscimo de 2,5% em relação ao mesmo período do ano anterior. Os custos e despesas, os quais consideram os custos de construção, totalizaram R$ 2,4 bilhões, um acréscimo de 1,5% quando comparado aos R$ 2,3 bilhões apresentados no segundo trimestre de 2014.

O EBIT ajustado, no montante de R$ 472,5 milhões, aumentou 7,6% em relação aos R$ 439,1 milhões apresentados em igual período do ano anterior.

O EBITDA ajustado, no montante de R$ 756,6 milhões, aumentou 14,3% em relação aos R$ 661,7 milhões apresentados no segundo trimestre de 2014 (R$ 3.355,1 milhões nos últimos 12 meses). A margem EBITDA ajustada resultou em 26,8% no segundo trimestre de 2015, ante os 24,0% obtidos no segundo trimestre de 2014 (30,6% nos últimos 12 meses). Desconsiderando os efeitos da receita e do custo de construção a margem EBITDA ajustada resulta em 38,4% no segundo trimestre de 2015 (31,2% no segundo trimestre de 2014 e 42,4% nos últimos 12 meses).

O lucro líquido, no montante de R$ 337,3 milhões, apresentou um aumento de 11,5% sobre os R$ 302,4 milhões apresentados no segundo trimestre de 2014.

 

 

Receita Operacional Bruta da Sabesp no 2° Trimestre de 2015

A receita operacional bruta relacionada à prestação de serviços de água e esgoto da Sabesp (SBSP3), no montante de R$ 2,0 bilhões, a qual não considera a receita de construção, sofreu um decréscimo de R$ 176,8 milhões ou 7,9%, quando comparada aos R$ 2,2 bilhões totalizados no segundo trimestre de 2014. Os principais fatores responsáveis pelo decréscimo foram: Concessão de bônus, no contexto do Programa de Incentivo à Redução no Consumo de Água, com impacto de R$ 231,0 milhões no segundo trimestre de 2015, ante os R$ 88,1 milhões concedidos no segundo trimestre de 2014, ocasionando um decréscimo de 6,4% na receita operacional bruta; Queda no volume faturado total em 7,5%, sendo 8,3% em água e 6,3% em esgoto; e Redução no preço médio faturado, decorrente da migração de clientes para as faixas de menor volume de consumo

O decréscimo na receita operacional bruta foi atenuado pelo efeito da Tarifa de Contingência, no montante de R$ 123,0 milhões e pela aplicação dos seguintes reajustes: Reposicionamento tarifário de 6,5% desde dezembro de 2014; e Reajuste tarifário de 15,2% (7,8% de reajuste tarifário ordinário e 6,9% de revisão tarifária extraordinária) desde junho de 2015, com impacto de 1,5% no trimestre.

 

 

Despesas administrativas e operacionais da Sabesp no 2° Trimestre de 2015

No segundo trimestre de 2015, os custos, despesas administrativas e comerciais da Sabesp (SBSP3) tiveram um acréscimo de 1,5% (R$ 35,3 milhões). Desconsiderando os efeitos do custo de construção, os custos e despesas apresentaram um decréscimo de 11,2%. A participação dos custos e despesas na receita líquida passou de 84,1% no segundo trimestre de 2014 para 83,3% no segundo trimestre de 2015.

Os salários e encargos no segundo trimestre de 2015 decresceram de R$22,6 milhões ou 4,1%, devido ao s seguintes fatores: R$ 15,9 milhões nas provisões para verbas rescisórias (TAC); e R$ 10,7 milhões nas despesas com o Programa de Participação no Resultado, devido à maior reversão de provisão o corrida no segundo trimestre de 2015, em função do menor cumprimento das metas previstas para o período. Os reajustes salariais médios de 6,8% aplicado desde maio de 2014 e de 9,7% desde maio de 2015 foram compensados pela redução de 4,4% ocorrida na quantidade total de empregados, que passou de 14.799 no segundo trimestre de 2014 para 14.147 no segundo trimestre de 2015.

Os materiais gerais gastos do segundo trimestre de 2015 foram inferiores aos do segundo trimestre de 2014 em R$ 3,8 milhões ou 8,1%, passando de R$ 46,9 milhões para R$ 43,1 milhões, em grande parte devido à menor aplicação de materiais para manutenção corretiva e preventiva em diversos sistemas de água e esgoto, gerando um decréscimo de R$ 3,0 milhões.

As despesas com serviços, no montante de R$ 270,0 milhões, sofreram decréscimo de R$ 81,6 milhões ou 23,2% sobre os R$ 351,6 milhões apresentados no segundo trimestre de 2014. Os principais fatores que contribuíram para esse decréscimo foram: Campanhas publicitárias, no montante de R$ 38,3 milhões, devido à intensificação ocorrida no segundo trimestre de 2014, para incentivo do uso racional da água; Estimativa de despesas com serviços, no montante de R$ 22,1 milhões, principalmente pela menor realização de campanhas publicitárias ocorridas no segundo trimestre de 2015; Gastos com contratos de risco para a recuperação de créditos, no valor de R$ 7,8 milhões.

As despesas com energia elétrica totalizaram R$ 208,3 milhões, um acréscimo de R$ 63,8 milhões ou 44,2% sobre os R$ 144,5 milhões apresentados no segundo trimestre de 2014.

Nas despesas gerais houve decréscimo de R$ 141,3 milhões ou 74,4%, totalizando R$ 48,7 milhões, ante os R$ 190,0 milhões apresentados no segundo trimestre de 2014.

 

 

O resultado financeiro da Sabesp no 2° Trimestre de 2015

O resultado financeiro da Sabesp (SBSP3) no segundo trimestre de 2015 foi de R$ 155,4 milhões. Se compararmos ao segundo trimestre de 2014 (R$ -21,6 milhões), a variação fica em -819,44% .

 

 

Imposto de renda e contribuição social da Sabesp no 2° Trimestre de 2015

A Sabesp (SBSP3) apresentou acréscimo de R$ 182,0 milhões, decorrente do aumento ocorrido no resultado tributável do segundo trimestre de 2015 e dos impactos do imposto de renda e da contribuição social diferidos , quando comparado ao segundo trimestre de 2014.

 

 

Investimentos da Sabesp no 2° Trimestre de 2015

No segundo trimestre de 2015 a Sabesp (SBSP3) investiu R$ 969,6 milhões, totalizando R$ 1,5 bilhão no primeiro semestre de 2015.

 

 

Ativos totais da Sabesp no 2° Trimestre de 2015

Os ativos totais da Sabesp (SBSP3) no segundo trimestre de 2015 foram de R$ 31.120.003 bilhões, 2,86% superior ao quarto trimestre de 2014: R$ 30.355.440 bilhões.

 

 

Patrimônio Líquido da Sabesp no 2° Trimestre de 2015

O patrimônio líquido da Sabesp (SBSP3) no segundo trimestre de 2015 foi de R$ 13.937.894 bilhões, 4,76% superior ao quarto trimestre de 2014: R$ 13.304.403 bilhões.

 

 

Lucros da Sabesp no 2° Trimestre de 2015

O lucro bruto da Sabesp (SBSP3) no segundo trimestre de 2015 foi de R$ 717.443 milhões, -22,36% inferior ao segundo trimestre de 2014: R$ 924.020 milhões.

O lucro líquido no segundo trimestre de 2015 foi de R$ 337.315 milhões, 11,54% superior ao segundo trimestre de 2014: R$ 302.422 milhões.

 

 

A Sabesp no mercado de capitais

Negociada no Mercado Bovespa desde 04 de Junho de 1997, a SBSP3 pertence à lista de ativos do Novo Mercado da principal bolsa de valores brasileira. Atualmente, das 683.509.869 ações ordinárias que compõem o capital social da Sabesp, 339.985.584 estão em circulação no mercado.

Dentre os direitos que a Sabesp (SBSP3) garante ao acionista SBSP3 , estão: o direito de tag along de 100%; o direito ao dividendo mínimo obrigatório sobre o lucro líquido de cada exercício social; o direito a voto pleno; o direito a reembolso de capital; e o direito de preferência para subscrever ações, partes beneficiárias conversíveis em ações, debêntures conversíveis em ações e bônus de subscrição.

A Sabesp (SBSP3) assegura ao investidor detentor de ações ordinárias SBSP3 o direito de tag along de 100% sobre o preço pago pelas ações ordinárias do acionista controlador no caso de venda do controle acionário da empresa.

O Estatuto Social da empresa também determina que as ações ordinárias terão direito ao dividendo minimo obrigatório correspondente a 25% do lucro liquido, após as deduções determinadas ou admitidas na lei. Para fins da Lei das Sociedades por Ações, lucro líquido é definido como o resultado do exercício que remanescer depois de deduzidos os prejuízos acumulados de exercícios sociais anteriores, os montantes relativos ao imposto de renda e a contribuição social e quaisquer valores destinados ao pagamento de participações estatutárias de empregados e administradores no lucro da empresa. O dividendo poderá ser pago pela Sabesp sob a forma de juros sobre capital próprio. A empresa poderá levantar balanços intermediários, trimestralmente, para efeitos de distribuição de dividendos ou pagamentos de juros sobre o capital próprio. Os dividendos aprovados não vencem juros e os que não forem reclamados dentro de 03 anos da data da assembleia geral que os aprovou prescreverão.

Sobre o direito dos acionistas ao reembolso de capital, nos termos da Lei das Sociedades por Ações, quaisquer acionistas dissidentes de certas deliberações tomadas em assembleia geral da Sabesp (SBSP3) poderá retirar-se do quadro de acionistas da companhia, mediante o reembolso do valor de suas ações, com base no valor patrimonial. O direito de retirada deverá ser exercido no prazo de 30 (trinta) dias, contados da publicação da ata da assembleia geral que tiver aprovado o ato que deu origem ao recesso. Adicionalmente, os acionistas em assembleia têm o direito de reconsiderar qualquer deliberação que tenha ensejado direito de retirada após convocação do Conselho de Administração no prazo de até 10 (dez) dias subsequentes ao término do prazo de exercício desse direito, se entenderem que o pagamento do preço do reembolso das ações aos acionistas dissidentes colocaria em risco a estabilidade financeira da companhia.

Os direitos assegurados pelas ações SBSP3 da companhia não podem ser alterados, tendo em vista que conforme o disposto na Lei das Sociedades por ações, nem o Estatuto Social, tampouco as deliberações adotadas pelos acionistas em Assembleias Gerais de sociedade por ações podem alterar os seguintes direitos dos acionistas: direito a participar da distribuição dos lucros; direito a participar, na proporção da sua participação no capital social, da distribuição de quaisquer ativos remanescentes na hipótese de liquidação; direito de preferência na subscrição de ações, debêntures conversíveis em ações ou bônus de subscrição, exceto em determinadas circunstâncias previstas na Lei das Sociedades por Ações; direito de fiscalizar, na forma prevista na Lei das Sociedades por Ações, a gestão dos negócios sociais; direito de votar nas Assembleias Gerais; e direito a retirar-se da companhia, nos casos previstos na Lei das Sociedades por Ações.

No exterior, as ações da Sabesp (SBSP3) também são negociadas nos Estados Unidos. Na Bolsa de Valores de Nova Iorque (NYSE), o investidor pode negociar ações ordinárias da companhia através do código SBS.

 

Notícias Relacionadas

Relatório sobre os resultados operacionais e financeiros da Sabesp (SBSP3) no 1° trimestre de 2015

Deixe um comentário