Fique de Olho: confiança do consumidor cai 0,8% em outubro; Argentina terá 2º turno em eleições

LinkedIn

Índice de Confiança do Consumidor cai 0,8% em outubro

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) caiu 0,8% em outubro deste ano em comparação a setembro, informou hoje a Fundação Getúlio Vargas. Ao marcar 75,7 pontos, o indicador atingiu o menor nível da série histórica, iniciada em setembro de 2005, pelo quarto mês consecutivo. A queda foi provocada por menor confiança dos consumidores no momento presente, já que o Índice da Situação Atual do ICC caiu 2,1% em outubro, em relação a setembro. Em outubro, apenas 2,7% dos consumidores avaliam a situação econômica local como boa, enquanto 86,3% a consideram ruim. Já o Índice de Expectativas manteve-se estável no menor nível da série (81,1 pontos). A parcela dos consumidores que pretendem comprar mais nos próximos seis meses caiu de 9,3% para 8,9% enquanto dos que projetam compras menores passou de 46,5% para 45,3%. A maior queda da confiança foi observada nos consumidores de renda mais alta (acima de R$ 9.600 por mês): -2,9%.

Mercado aumenta projeção de Selic para 13% ao ano em 2016 e recuo de 3,02% do PIB este ano

A projeção para a taxa básica de juros no final de 2016 subiu a 13% ao ano, segundo o Boletim Focus do Banco Central (BC) que mede as principais expectativas do mercado para a economia brasileira. Para este ano, a expectativa permaneceu em 14,25% ao ano. A estimativa do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu pela sexta vez seguida, ao passar de 9,75% para 9,85%, este ano. Para 2016, a projeção está cada vez mais próxima do teto da meta de inflação, que é 6,5%. A estimativa para o próximo ano subiu pela 12ª vez consecutiva, ao passar de 6,12% para 6,22%. A projeção para o dólar ao final do ano permanece em R$ 4. Para o fim de 2016, a estimativa para a cotação do dólar subiu de R$ 4,13 para R$ 4,20.

PF deflagra nova fase da Operação Zelotes em três estados e no Distrito Federal

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje uma nova fase da Operação Zelotes, responsável por investigar organizações criminosas que atuavam na manipulação do trâmite de processos e no resultado de julgamentos no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). A estimativa é que tenham sido desviados mais de R$ 19 bilhões. De acordo com comunicado da corporação, cerca de 100 policiais cumprem 33 mandados judiciais, sendo seis de prisão preventiva, 18 de busca e apreensão e nove de condução coercitiva nos estados de São Paulo, Piauí e Maranhão e no Distrito Federal.

Philips tem lucro líquido de € 324 milhões no 3º tri; vendas sobem 2%

A Philips teve lucro líquido de € 324 milhões no terceiro trimestre deste ano, contra prejuízo de € 103 milhões no mesmo período do ano passado. As vendas cresceram 2% no período, informou a empresa hoje em seu balanço trimestral. O resultado veio acima do esperado, influenciado pelo maior corte de custos de das encomendas na área de saúde nos EUA.

Klabin tem prejuízo de R$1,341 bi no 3º trimestre

A fabricante de papel para embalagens Klabin teve prejuízo líquido de R$ 1,341 bilhão no terceiro trimestre. O resultado já era esperado pelo mercado, dada a desvalorização do real diante do dólar. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 520 milhões de reais, alta de 15% na comparação com o mesmo período do ano passado. 

Argentina vai eleger novo presidente em inédito segundo turno

A Argentina vai escolher, em 22 de novembro, num inédito segundo turno, o novo presidente, entre o “kirchnerista” Daniel Scioli e o conservador Mauricio Macri. Nenhum candidato obteve os votos suficientes nas eleições desse domingo. Quando estavam apurados mais de dois terços dos votos, Mauricio Macri liderava a contagem, com 36%, contra 35% de Daniel Scioli. No entanto, faltavam ainda contabilizar os votos da província de Buenos Aires – reduto do candidato “kirchnerista”. De acordo com a lei argentina, para chegar à Casa Rosada no primeiro turno, um candidato tem que obter 45% dos votos ou 40%, com 10 pontos de vantagem sobre o segundo mais votado.

Com informações da Reuters e da Agência Brasil.

Deixe um comentário