Grendene, Localiza e Lojas Renner avançam no 3º trimestre; Fibria perde R$ 601 milhões

LinkedIn

Neste segundo dia de divulgação dos balanços corporativos brasileiros referentes ao terceiro trimestre deste ano, os investidores repercutiram os resultados da produtora de celulose Fibria, da fabricante de calçados Grendene, da locadora de veículos Localiza e da varejista Lojas Renner.

Única empresa do dia com perdas no trimestre, a Fibria registrou prejuízo líquido de R$ 601 milhões no período, na comparação com as perdas de R$ 359 milhões vistas nos mesmos meses de 2014, pressionada pela marcação a mercado de sua dívida em dólar. Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida, na sigla em inglês) da companhia ficou em R$ 1,55 bilhão, bem maior que os R$ 613 milhões do trimestre anterior.

Diante dos resultados da Fibria, o BB Investimentos destacou em relatório enviado aos seus clientes que o mercado de celulose deve permanecer aquecido, enquanto a demanda para o setor não mostra sinais de desaceleração. Da mesma forma, os preços deste mercado devem permanecer em níveis elevados. Às 13h50, enquanto o Índice Bovespa ganhava 0,66%, aos 48.085 pontos, as ações ordinárias (ON, com voto) da Fibria caíam 0,41%, cotadas a R$ 55,29.

No caso da Grendene, houve lucro líquido de R$ 133,5 milhões, um avanço de 5,9% contra os R$ 126 milhões do terceiro trimestre do ano anterior. Enquanto isso, sua receita líquida somou R$ 615,3 milhões, um aumento de 2,3% na base anual. O lucro por ação da fabricante somou R$ 0,44, levemente superior aos R$ 0,42 no mesmo trimestre de 2014. O Ebitda da empresa totalizou R$ 137,7 milhões entre julho e setembro, ante R$ 118 milhões um ano antes, uma alta de 16,7%. Grendene ON perdia 1,08%, a R$ 17,43.

O lucro líquido da Localiza foi de R$ 102,9 milhões no terceiro trimestre, apenas 1% maior do que no ano passado. O Ebitda da empresa fechou em R$ 238,8 milhões, leve queda de 1,1% na comparação com o mesmo período de 2014 (R$ 241,5 milhões). Por fim, sua receita líquida foi de R$ 978 milhões, uma baixa de 2,9% diante do R$ 1,007 bilhão registrado no ano anterior. No mesmo horário, Localiza ON subia 4,90%, para R$ 25,69.

Finalmente, a varejista Renner teve um lucro líquido 15,1% maior do que no mesmo trimestre do ano passado, para R$ 96 milhões. O Ebtida da companhia cresceu 12,8% (R$ 230,5 milhões), enquanto sua receita líquida atingiu R$ 1,42 bilhão, avanço de 18%. Em relatório, o BTG Pactual afirmou ter confiança na rede de departamento, com visão de curto, médio de longo prazo, com base no histórico “impressionante” da empresa. O banco, que considerou os resultados da companhia “sólidos”,  apesar disso, recomenda “venda” dos papéis da Renner, com preço-alvo de R$ 22,80. Lojas Renner ON recuava 4,73%, para R$ 19,34.

Deixe um comentário