Relatório sobre os resultados operacionais e financeiros da Companhia Brasileira de Distribuição (PCAR3 e PCAR4) no 3° trimestre de 2015

LinkedIn

Em 29 de Outubro de 2015, a Companhia Brasileira de Distribuição (CBD) divulgou relatório sobre seus resultados operacionais e financeiros durante o terceiro trimestre de 2015. As informações financeiras e operacionais contidas nesse relatório, exceto quando indicado de outra forma, são apresentadas em bases consolidadas, em reais brasileiros, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, incluindo a Legislação Societária e a convergência às normas internacionais do IFRS. As comparações realizadas neste comunicado levam em consideração o terceiro trimestre de 2014, exceto quando especificado em contrário.

Fundada em 1948, a Companhia Brasileira de Distribuição (BOV:PCAR3 e BOV:PCAR4), que também conhecida como Grupo Pão de Açúcar, atua através de uma estrutura multiformato, que permite atender às necessidades de consumidores de diferentes regiões e classes socioeconômicas com um equilíbrio entre supermercados (Pão de Açúcar e Extra Supermercado), hipermercados (Extra Hiper), lojas de produtos eletrônicos/eletrodomésticos (Ponto Frio e Casas Bahia), lojas de proximidade (Minimercado Extra e Minuto Pão de Açucar), atacado de autosserviço (Assaí), postos de combustíveis, drogarias e operações de comércio eletrônico (Extra.com.br, PontoFrio.com, CasasBahia.com.br, Barateiro.com.br, PartiuViagens.com.br e atividades B2B com E-Hub).

 

 

Conjuntura Econômica da Companhia Brasileira de Distribuição no 3° Trimestre de 2015

A receita líquida total da Companhia Brasileira de Distribuição (PCAR3 e PCAR4) foi de R$16,1 bilhões, com destaque para o desempenho do segmento alimentar, que apresentou crescimento de 7,3% no trimestre.

Em Setembro, primeiro mês da consolidação para o Grupo Éxito, a Companhia apresentou o melhor desempenho de vendas do período, com destaque para o segmento de não alimentos.

Ritmo constante de investimentos, que totalizou R$ 510 milhões, com foco na expansão orgânica dos formatos de maior retorno. Foram inauguradas 23 lojas no trimestre e 210 lojas nos últimos 12 meses.

Sólida estrutura financeira com um baixo nível de alavancagem, ganhos de capital de giro, geração de caixa e melhor política de cash management.

 

 

A receita líquida da Companhia Brasileira de Distribuição no 3° Trimestre de 2015

A receita líquida consolidada da Companhia Brasileira de Distribuição (PCAR3 e PCAR4) totalizou R$ 16,061 bilhões no terceiro trimestre de 2015, com crescimento de 2,6% na comparação com o mesmo trimestre de 2014. No segmento alimentar (Multivarejo + Assaí), o crescimento da receita líquida foi de 7,3%, com destaque para a continuidade de desempenho expressivo do Assaí (+22,3%).

O atual ambiente macroeconômico tem se tornado mais desfavorável ao consumo ao longo do ano. Enquanto o segmento alimentar demonstra maior resiliência, o segmento de não alimentos (Via Varejo+ Cnova) está sendo mais impactado e como consequência apresentou recuo de 2,5% nas vendas.

A Companhia manteve seu plano de expansão orgânica no trimestre, com foco nos formatos de maior retorno. No trimestre foram inauguradas 23 novas lojas, sendo 18 lojas do segmento alimentar (7 Minimercado Extra, 6 Minuto Pão de Açúcar, 4 Pão de Açúcar e 1 Assaí) e 5 lojas da Casas Bahia. Nos últimos 12 meses foram inauguradas 210 novas lojas.

 

 

O endividamento da Companhia Brasileira de Distribuição no 3° Trimestre de 2015

A dívida líquida da Companhia Brasileira de Distribuição (PCAR3 e PCAR4) encerrou o terceiro trimestre de 2015 com um menor nível de alavancagem em relação ao mesmo período do ano anterior e uma significativa posição de caixa e aplicações financeiras, o que demonstra a solidez financeira do Grupo. A reserva de caixa e aplicações financeiras totalizou R$ 5,4 bilhões, além do saldo de cerca de R$ 1,2 bilhão de recebíveis não antecipados.

A relação dívida líquida/EBITDA reduziu de 0,57x no terceiro trimestre de 2014 para 0,54x no terceiro trimestre de 2015 como resultado da redução de R$ 653 milhões na dívida líquida incluindo a operação de carnês e também os recebíveis de cartões não antecipados. O alongamento do prazo da dívida, incluindo a operação de carnês, foi superior em 165 dias se comparado a 30 de setembro de 2014.

A Companhia teve os seus ratings reafirmados pela Standard & Poor’s (brAA+ perspectiva positiva) em setembro de 2015 e pela Fitch (brAA+ perspectiva estável) em outubro de 2015.

 

 

O resultado financeiro da Companhia Brasileira de Distribuição no 3° Trimestre de 2015

O resultado financeiro líquido da Companhia Brasileira de Distribuição (PCAR3 e PCAR4) apresentou redução de 8,8% no trimestre, totalizando R$ 344 milhões, apesar do aumento de 29,2% da taxa de juros no trimestre (medida pelo CDI médio). As principais variações no resultado financeiro foram:  Aumento das receitas financeiras de R$ 26 milhões ou 17%, abaixo do crescimento do CDI, devido à
menor posição de caixa médio no trimestre; Redução de R$ 70 milhões no custo da venda de recebíveis de cartão e desconto de recebíveis de
carnê; Aumento de R$ 62 milhões no custo da dívida e outros, inferior ao crescimento do CDI no período.

A relação entre o resultado financeiro líquido e a receita líquida passou de 2,4% no terceiro trimestre de 2014 para 2,1% no terceiro trimestre de 2015.

 

 

O lucro líquido da Companhia Brasileira de Distribuição no 3° Trimestre de 2015

O lucro líquido da Companhia Brasileira de Distribuição (PCAR3 e PCAR4) no terceiro trimestre de 2015, sem considerar as outras despesas e receitas operacionais, mencionadas acima, alcançou R$ 49 milhões, caindo -87,7% na comparação com o terceiro trimestre de 2014 (R$ 396 milhões).

O lucro líquido dos acionistas controladores totalizou R$ 99 milhões.

 

 

Programas de Investimentos da Companhia Brasileira de Distribuição no 3° Trimestre de 2015

Os investimentos da Companhia Brasileira de Distribuição (PCAR3 e PCAR4) no terceiro trimestre de 2015 totalizaram R$ 510 milhões, sendo 74% do investimento no segmento Alimentar e 14% na Via Varejo.

Para o ano de 2015, a Companhia tem como objetivo abrir 70 lojas de Proximidade, 10 a 12 lojas do Assaí e 5 lojas do Pão de Açúcar. Além disso, pretende manter o ritmo de suas reformas no segmento Alimentar para o ano e reforçar as iniciativas do projeto ‘Creser Mais’ para a Via Varejo.

 

 

Ativos totais da Companhia Brasileira de Distribuição no 3° Trimestre de 2015

Os ativos totais consolidados da Companhia Brasileira de Distribuição (PCAR3 e PCAR4) no terceiro trimestre de 2015 totalizaram R$ 42.458 milhões, -1,97% superior ao segundo trimestre de 2015, quando totalizaram R$ 41.637 milhões.

 

 

Patrimônio líquido da Companhia Brasileira de Distribuição no 3° Trimestre de 2015

O patrimônio líquido consolidado da Companhia Brasileira de Distribuição (PCAR3 e PCAR4) no terceiro trimestre de 2015 totalizou R$ 14.074 milhões, -3,98% inferior ao segundo trimestre de 2015, quando totalizou R$ 14.657 milhões.

 

 

O EBITDA da Companhia Brasileira de Distribuição no 3° Trimestre de 2015

O EBITDA ajustado da Companhia Brasileira de Distribuição (PCAR3 e PCAR4) no terceiro trimestre de 2015 totalizou R$ 532 milhões, -52,6% inferior ao terceiro trimestre de 2014, quando totalizou R$ 1.122 bilhão.

 

 

Pagamento de Dividendos da Companhia Brasileira de Distribuição no 3° Trimestre de 2015

Em reunião do Conselho de Administração realizada em 28 de julho de 2015 foi aprovado o pagamento de dividendos intermediários da Companhia Brasileira de Distribuição (PCAR3 e PCAR4) no montante de R$ 38,5 milhões, correspondente a R$ 0,15 por ação preferencial e R$ 0,136365 por ação ordinária. Terão direito aos dividendos todas as ações em circulação na data-base de 30 de outubro de 2015. A partir do dia 03 de novembro de 2015, as ações serão negociadas sem direito aos dividendos (“ex-dividendos”). O pagamento dos dividendos será realizado no dia 11 de novembro de 2015.

 

 

A Companhia Brasileira de Distribuição no Mercado de Capitais

Listada no Mercado Bovespa desde 22 de Setembro de 1995, as ações do Grupo Pão de Açúcar passaram a pertencer à lista de ativos do Nível 1 da principal bolsa de valores brasileira a partir de 31 de Março de 2003.

Das 99.679.851 ações ordinárias PCAR3 que compõem o capital social da Companhia Brasileira de Distribuição, 60.621 estão em circulação no mercado.

Das 166.016.795 ações preferenciais PCAR4 que compõem o capital social da Companhia Brasileira de Distribuição, 155.869.091 estão em circulação no mercado.

 

 

Notícias Relacionadas

Relatório sobre os resultados operacionais e financeiros da Companhia Brasileira de Distribuição (PCAR3 e PCAR4) no 1° trimestre de 2015

Relatório sobre os resultados operacionais e financeiros da Companhia Brasileira de Distribuição (PCAR3 e PCAR4) no 2° trimestre de 2015

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.