Mais de 1.500 sul-coreanos apresentam queixa coletiva contra a Volkswagen

LinkedIn

Mais de 1.500 proprietários de automóveis Volkswagen e Audi, na Coreia do Sul, apresentaram queixa coletiva contra o fabricante alemão para exigir o cancelamento da compra e o reembolso do valor pago pelos carros, informa hoje (11) a agência Yonhap.

Os 1.536 proprietários de carros da marca entraram com ação no tribunal de Seul, alegando que foram enganados pela Volkswagen no âmbito do escândalo da manipulação dos valores das emissões de gases poluentes dos veículos a diesel.

O escritório de advocacia que defende os donos dos veículos informou que, no total, mais de 6 mil pessoas apresentaram documentos para aderir à iniciativa e, por isso, o número de demandantes deve aumentar nas próximas semanas.

Eles exigem que a Volkswagen anule os seus contratos de compra dos veículos, aceite a devolução e os reembolse na totalidade, incluindo uma compensação pecuniária.

A ação ocorre depois de a fabricante alemã de automóveis ter começado a oferecer, na segunda-feira (9), vales de até US$ 1.000 aos clientes afetados nos Estados Unidos, o primeiro passo para recuperar a confiança, segundo a fábrica.

No caso da Coreia do Sul não está previsto ainda nenhum plano de indenização, já que a investigação do Ministério do Ambiente sul-coreano está em andamento, sendo esperada a divulgação dos resultados antes do fim deste mês.

Deixe um comentário