OGX: Prejuízo de R$ 65 mi no terceiro trimestre

LinkedIn

Bom dia ADVFN (17-11-2015)

Acesse a versão completa aqui: http://newsletter.blogs.advfn.com

OGX: Prejuízo de R$ 65 mi no terceiro trimestre: A OGX Petróleo (BOV:OGXP3) registrou prejuízo líquido de R$ 65,57 milhões no terceiro trimestre de 2015. Segundo a administração da companhia, o terceiro trimestre foi desafiador para o setor por conta da manutenção do cenário de baixo preço do petróleo no mercado internacional. No entanto, a administração da OGX espera sair do processo de recuperação judicial até o final do segundo trimestre de 2016, estando preparada e bem posicionada para beneficiar-se de uma retomada do mercado, atraindo novos investimentos e atuando em novos projetos.

• Eike Batista comparece hoje na audiência pública da CPI do BNDES para esclarecer os investimentos do banco em suas empresas em dificuldade financeira.

• A Justiça do Rio de Janeiro determinou a penhora de 5% do faturamento mensal líquido da OGX Petróleo (BOV:OGXP3). A companhia afirma estar adotando todas as medidas necessárias à reversão da decisão judicial, que foi obtida mediante a prestação de informações falsas ao Juiz a respeito de sua produção e receita.

• A Petrobras (BOV:PETR4) concluiu negociações com as agências de crédito à exportação da Itália, Reino Unido, Japão e Áustria totalizando US$ 1,84 bilhão e representam pré-financiamentos de captações relativas a 2016.

• Os trabalhadores da Petrobras (BOV:PETR4) aprovaram a suspensão da greve, mas mantiveram o estado de greve, podendo voltar à paralisação a qualquer momento.

• O Bradesco (BOV:BBDC4) convocou assembleia para aprovar um aumento de capital no valor de R$ 3 bilhões e o pagamento de juros sobre capital próprio complementares no valor de R$ 4,05 bilhões.

• O Bradesco (BOV:BBDC4) negou que esteja negociando a venda de sua área de seguros de grandes riscos, mas esclareceu que está continuamente analisando oportunidades de operações que estejam alinhadas com sua estratégia de negócios.

• Frederico Trajano Inácio Rodrigues, atual Diretor Executivo de Operações do Magazine Luiza (BOV:MGLU3), ocupará o cargo de CEO da companhia a partir de janeiro de 2016 no lugar de Luiza Helena Trajano Inácio Rodrigues, que passará a ocupar o cargo de Presidente do Conselho de Administração.

• A Grécia chegou a um novo acordo com seus credores para desbloquear a terceira parcela do resgate financeiro e recapitalização dos bancos no valor de 12 bilhões de Euros.

Deixe um comentário