Pelo menos 26 estados dos EUA recusam refugiados sírios

LinkedIn

Pelo menos 26 dos 50 estados norte-americanos, quase todos sob controle político republicano, desafiaram hoje (17) o presidente Barack Obama, ao se negarem a acolher refugiados sírios após os atentados de sexta-feira (13) em Paris.

Os estados dispostos a fechar as portas aos refugiados sírios são o Arizona, Alabama, Arkansas, a Carolina do Norte, Carolina do Sul, Flórida, Geórgia, Ilinóis, Idaho, Indiana, Iowa, o Kansas, a Luisiana, o Maine, Michigan, Mississipi, Massachusetts, Nebrasca, Nova Jersey, o Novo México, Ohio, Oklahoma, Tennessee, o Texas e Wisconsin, dirigidos por governadores do Partido Republicano.

A lista inclui ainda o estado do New Hampshire, liderado por uma governadora democrata, o mesmo partido de Obama.

Os governadores anunciaram a recusa depois de, em um dos lugares dos atentados em Paris, ter sido encontrado um passaporte com o nome de um cidadão sírio que entrou na Europa como refugiado. A autenticidade do documento não foi confirmada.

Vários estados norte-americanos liderados por governadores democratas, como o Connecticut, Vermont e a Pensilvânia, garantiram que as suas portas continuam abertas para os refugiados que fogem do conflito na Síria.

Deixe um comentário