São Paulo entra em estado de atenção para enchentes

LinkedIn

A maior parte da capital paulista entrou em estado de atenção para enchentes no início da tarde de hoje (9). Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura, as zonas leste, oeste, sudeste, o centro e a Marginal Tietê estão em atenção para alagamentos por causa das chuvas que atingem a cidade.

No momento, chove com grande intensidade nos bairros Jabaquara, Ipiranga e Vila Mariana e nos municípios vizinhos de Diadema e São Caetano do Sul. Há precipitações de moderada a forte intensidade nos bairros da Vila Prudente, São Mateus e Mooca, na zona leste.

Passados apenas nove dias de novembro, o acumulado de chuvas na cidade de São Paulo já soma quase o total esperado para os 30 dias do mês. O volume atingiu 117,9 milímetros (mm), o que significa 91% da média prevista, que é 129,5 mm, segundo medição do CGE.

Sistema Cantareira

Manancial mais importante da Sabesp, o Cantareira registrou a menor captação entre ontem e hojeDivulgação Sabesp

O tempo chuvoso tem contribuído para recuperação do nível dos reservatórios de água que abastecem a região metropolitana e cidades vizinhas.

Dos seis sistemas administrados pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), a menor captação entre ontem (8) e hoje, de apenas 3 mm, foi registrada no Sistema Cantareira, que é o mais importante manancial da região.

Apesar disso, o nível do Cantareira manteve-se em alta nos oito primeiros dias do mês e ficou estável nas últimas 24 horas. Hoje, o Sistema opera com 17,1% de sua capacidade, mesma variação de ontem, mas acima da marca do último dia 1º (16%). Essa medição não leva em consideração o uso do volume morto (água que fica abaixo das comportas).

Amanhã, a capital paulista poderá ter novamente chuvas no fim da tarde. A chegada da brisa marítima favorece a formação de nuvens carregadas, que provocam pancadas de chuva de forma isolada e de curta duração. Os termômetros oscilam entre a mínima de 19ºC e a máxima de 30ºC.

 

Editor Armando Cardoso

Deixe um comentário