BR Properties pagou melhor retorno ao acionista em 2015: 21,77%

LinkedIn

Os papéis da administradora de imóveis BR Properties (BOV:BRPR3) renderam as melhores remunerações pagas aos investidores do ano passado, com “dividend yield” de 21,77%, segundo levantamento da Economática.

O chamado Índice Dividend Yield, medido pela empresa de dados, calculou o ganho dos acionistas com proventos, nome dado aos dividendos e juros sobre capital próprio distribuídos em 2015, ante o último preço da ação sem ajuste por proventos em 2014.

O “dividend yield” corresponde a quanto o lucro distribuído aos acionistas por determinada companhia representa do valor pago pela ação. No estudo da Economática, os juros sobre capital próprios foram somados aos dividendos. A Cesp ficou com o segundo lugar entre os melhores retornos, com 18,11%, seguida por Fibria, 11,93%.

O estudo selecionou as 20 companhias com os melhores rendimentos do período, dentre ativos com volume diário superior a R$ 5 milhões. Do total, 12 ações fazem parte do Índice Bovespa. Entre aquelas que não participam do Ibovespa, a Taesa teve o retorno mais alto, com “dividend yield” de 11,66%. Na análise setorial, cinco das melhores ações eram do setor financeiro, enquanto outras três faziam parte do segmento de energia.

Mediana brasileira

Sobre a mediana do “dividend yield” no Brasil, considerando todas as ações da Bovespa em 2015, os retornos foram de 2,11%, contra a mediana de 1,34% do americano Índice Russell 1000. Por aqui, a relação da proporção do valor pago no papel na comparação com seus rendimentos melhorou pelo segundo ano seguido. No entanto, de acordo com a Economática, esse aumento pode ter sido influenciado mais pela desvalorização das ações no mercado local do que pelo crescimento dos lucros.

Veja as ações com melhor “dividend yield” entre ativos com volume diário superior a R$ 5 milhões em 2015:

dividendos_coluna1_Economáricadividendos_coluna2_Economática

Fonte: Economática

Deixe um comentário