Tesouro Direto: rentabilidade dos títulos públicos federais em Dezembro de 2015

LinkedIn

Os títulos públicos negociados no Tesouro Direto fecharam dezembro de 2015 com rentabilidade média acumulada nos últimos doze meses de 9,32% ao ano. Em novembro de 2015 foi fechada a 7,61%. Entre os diferentes tipos de títulos negociados, a maior taxa de rentabilidade anualizada foi registrada pelos títulos atrelados a taxa Selic (LFT), que fecharam dezembro de 2015 em 13,27% (crescimento de 0,23 ponto porcentual).

A maior taxa de rentabilidade média acumulada em 12 meses foi registrada em 2005: 18,1% ao ano.

As Notas do Tesouro Nacional Série C (NTN-C) registraram uma rentabilidade média acumulada nos últimos doze meses de 10,77% ao ano (avançados 2,92 pontos porcentuais).

A taxa de remuneração anualizada registrada pelos títulos atrelados ao IPCA (NTN-B) encerrou o último mês de 2015 em 8,88% ao ano, com decréscimo de 3,68 pontos percentuais.

Por fim, os títulos públicos com rentabilidade prefixada – as Letras do Tesouro Nacional (LTN) e as Notas do Tesouro Nacional Série F (NTN-F) – obtiveram a rentabilidade média acumulada nos últimos doze meses acrescidas de 0,67 ponto porcentual fechando em 7,13% ao ano.


 

rentaveis

 

 

 

 


 

 

 

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.