Fique de Olho: Focus reduz inflação e PIB; Dívida Pública cresce e Petrobras planeja reestruturação

LinkedIn

A projeção de instituições financeiras para a queda da economia este ano, divulgada através do Boletim Focus, passou pelo décimo ajuste consecutivo. Agora, a estimativa para a queda do Produto Interno Bruto (PIB) foi alterada de 3,60% para 3,66%. Para 2017, a expectativa de crescimento foi reduzida de 0,44% para 0,35%, no segundo ajuste seguido. O mercado também projeta que a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), vai fechar este ano em 7,31%, no terceiro ajuste seguido. Na semana passada, a estimativa era 7,43%. Para 2017, a estimativa segue em 6%, há sete semanas consecutivas.

Expectativa de Inflação dos Consumidores recua em março para 11,1%

Após treze meses consecutivos de alta, o indicador Expectativa de Inflação dos Consumidores fechou março com queda de 0,3 ponto percentual em relação a fevereiro. Segundo divulgou hoje (28) o Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getulio Vargas (FGV/Ibre), a inflação mediana prevista pelos consumidores brasileiros para os 12 meses seguintes recuou de 11,4% para 11,1%, de fevereiro para março.

Sérgio Moro deve enviar hoje ao Supremo lista da Odebrecht

O juiz federal Sérgio Moro deve enviar hoje (28) ao Supremo Tribunal Federal (STF) a lista de pagamentos que teriam sido feitos a cerca de 200 políticos, apreendida em uma busca da Polícia Federal na casa de Benedicto Barbosa da Silva Júnior, um dos executivos da Odebrecht, durante a 23ª fase da Operação Lava Jato, conhecida como Acarajé, deflagrada no mês passado. De acordo com análise premiliminar feita por Moro, a lista envolve pagamentos a pessoas com foro por prerrogativa de função, como deputados e senadores, e, portanto, deve ser remetida ao Supremo, instância responsável por esses processos.

Dívida Pública Federal cresce 2,53% em fevereiro, diz Tesouro

A Dívida Pública Federal (DPF) apresentou aumento de 2,53% em fevereiro na comparação com janeiro. De um mês para o outro, subiu de R$ 2,749 trilhões para R$ 2,819 trilhões. Os dados foram divulgados hoje (28) pelo Tesouro Nacional. As emissões da DPF corresponderam a R$ 55,75 bilhões, enquanto os resgates alcançaram R$ 16,68 bilhões, resultando em emissão líquida de R$ 39,07 bilhões.

Vendas e lançamentos de imóveis em SP disparam em janeiro, mas valor recua

As vendas e lançamentos de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo saltaram em janeiro contra o mesmo período do ano passado, mas o valor geral de vendas das unidades comercializadas recuou, em um sinal de que o setor está recorrendo a descontos para conseguir fazer caixa, afirmou a entidade que representa o setor, Secovi-SP. O número de unidades vendidas somou 950, alta de 28,9% sobre janeiro de 2015. Já os lançamentos dispararam 75,1% no período, a 956 unidades.

Petrobras convoca assembleias para votar reestruturação e definir conselheiros

A Petrobras convocou para 28 de abril realização de assembleias geral extraordinária e ordinária para aprovar proposta de reforma do estatuto social da companhia que traz um novo modelo de governança, com redução do número de diretorias executivas de sete para seis, entre outras mudanças. A assembleia, anunciada em comunicado divulgado nesta segunda-feira, também elegerá o presidente do Conselho de Administração da petrolífera, bem como 10 membros do colegiado, incluindo representantes dos trabalhadores, dos acionistas minoritários e dos acionistas preferenciais.

Eneva fecha acordo com Cambuhy e OGX e passará a controlar Parnaíba Gás Natural

A geradora de energia Eneva (ex-MPX) fechou acordo com o fundo de investimentos em participações Cambuhy I e com a OGX Petróleo e Gás, que participarão de um aumento de capital da companhia por meio de 1,15 bilhão em ativos da Parnaíba Gás Natural (PGN), que atua na exploração e produção de gás no Maranhão, segundo comunicado divulgado nesta segunda-feira. A Eneva afirmou que, com a transação, passará a deter até 100 por cento do capital social da PGN, na qual possui atualmente participação de 27,25%.

Com informações da Reuters e Agência Brasil.

Deixe um comentário