Sem novidades na Lava Jato e com cenário externo desfavorável, Ibovespa volta a cair após seis pregões seguidos em alta

LinkedIn

Hoje o dia foi de realização de lucros no mercado acionário brasileiro. Sem novidades oriundas da Operação Lava Jato, o principal índice de ações do país passou o dia oscilando bem próximo da estabilidade, apesar do bom volume de negócios registrado. No final do dia, a pressão vendedora pesou um pouco mais, fazendo com que o Ibovespa encerrasse uma sequencia de seis pregões de alta consecutivos. Um cenário externo desfavorável, com dados comerciais ruins divulgados na China e com o petróleo voltando a recuar forte, acabou pesando também contra o indicador.

Em 2016, após quarenta e dois pregões, o Ibovespa acumula uma valorização de 13,27%. No ultimo pregão de 2015, o principal índice acionário do pais fechara cotado 43.349,96 em pontos. São vinte e um pregões de alta contra vinte e um de baixa ao longo do ano.

Em março, após seis pregões, o índice de ações acumula uma alta de 14,74%. São cinco pregões de alta contra um de baixa ao longo do terceiro mês do ano. No pregão do dia 29 de fevereiro, o indicador encerrara o dia cotado em 42.793,86 pontos.

 

Ibovespa Hoje

O Ibovespa caiu 0,29% nesta terça-feira, 08 de março de 2016, fechando cotado em 49.102,14 pontos. Ao longo do dia, o principal índice de ações do Brasil oscilou entre 48.846,92 pontos (valor mínimo) e 49.913,77 pontos (valor máximo). No pregão anterior, o principal índice de ações da Bolsa de Valores de São Paulo subiu 0,33%, encerrando o dia cotado a 49.246,10 pontos.

O volume financeiro total movimentado durante o dia pelos ativos componentes do Ibovespa foi de R$ 7,371651 bilhões, valor acima da média diária negociada no ano.

 

Cenário Externo

No cenário externo, o ambiente nesta terça-feira foi de aversão a investimentos de risco, provocada pela queda dos preços do petróleo e pelo fraco desempenho comercial na China.

No fim da manhã, os preços do petróleo voltaram a cair após o Kuwait afirmar que concordará em congelar a produção apenas se os principais produtores da commodity participarem do acordo.

O pessimismo nos mercados globais veio também em reação à divulgação de novos dados sobre a economia chinesa: as exportações caíram 25,4% em fevereiro, prejudicando o desempenho da balança comercial, que veio muito pior do que a expectativa dos economistas.

Ainda que o quadro econômico pareça mais estável na China, com o governo sinalizando que adotará estímulos fiscais e monetários nos próximos meses, os dados recentes aumentaram a cautela dos investidores. Eles esperam que o Banco Central Europeu (BCE) afrouxe sua política monetária na reunião de quinta-feira, mas há muita incerteza sobre até onde o banco irá. Com relação aos Estados Unidos, os investidores aguardam o resultado da reunião da próxima semana de política monetária do Federal Reserve, sobre a taxa básica de juros do país.

Hoje, as ações chinesas reverteram as perdas iniciais e subiram pela sexta sessão seguida nesta terça-feira, com uma abrupta mudança de direção das ações bancárias. As demais bolsas de valores da região, no entanto, fecharam o dia predominantemente em baixa:

 

– Austrália: -0,68%

– China: +0,09%

– Cingapura: -1,58%

– Coreia do Sul: -0,60%

– Hong Kong: -0,73%

– Japão: -0,76%

– Taiwan: +0,05%

 

Já os principais índices de ações da Europa caíram nesta terça-feira:

 

– Alemanha: -0,88%

– França: -0,86%

– Espanha: -0,53%

– Inglaterra: -0,92%

– Itália: -0,23%

– Portugal: -1,40%

 

O índice Dow Jones Industrial, principal índice acionário dos Estados Unidos, registrou baixa de 0,64%, cotado a 16.964,10 pontos.

 

Cenário Interno

No cenário local, os investidores continuam aguardando novos desdobramentos da Operação Lava Jato que, em último caso, podem levar ao impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Crescem os rumores de que os executivos das empresas Odebrecht e OAS, presos em Curitiba em decorrência das investigações sobre os esquemas de corrupção na Petrobras, estão firmando acordos de delação premiada com o Ministério Público Federal. O mesmo parece ocorrer com Mônica Moura, esposa de João Santanna, marqueteiro do PT nas três últimas eleições presidenciais. Ela também está retida em Curitiba, assim como seu marido, ainda em caráter temporário, acusada de pertencer ao esquema criminoso que tanto fez sangrar a principal empresa estatal do país.

Possíveis delações destas personalidades podem vir a implicar, definitivamente, diversos políticos investigados pela Lava Jato. Isso vem mexendo bastante com o mercado financeiro brasileiro. Na última semana, a prisão de João Santanna, a suposta delação premiada de Delcídio do Amaral e a condução coercitiva do ex-presidente Lula para depor fizeram o Ibovespa decolar.

Há uma crença generalizada no mercado financeiro de que uma mudança no governo poderia ajudar na recuperação da credibilidade do Brasil junto aos investidores. Por outro lado, não podemos esquecer que a perspectiva de turbulências políticas representa um forte entrave econômico, não havendo qualquer garantia de que uma eventual troca resultaria em um quadro mais favorável para a economia brasileira.

Nesta terça-feira, o empresário Marcelo Odebrecht, presidente da empreiteira que leva seu nome, foi condenado a 19 anos e quatro meses de prisão pelo juiz Sério Moro pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e por integrar organização criminosa.

 

Petrobras

As ações ordinárias da Petrobras (PETR3), que fornecem a seus detentores o direito a voto em assembléia da companhia, caíram 2,62%, fechando cotadas a R$ 9,65. Já as ações preferenciais (PETR4), com prioridade na distribuição de dividendos, subiram 1,36%, cotadas a R$ 7,47.

Nesta sessão, os papéis da estatal foram influenciados pelo recuo nos preços do petróleo no mercado internacional.

 

Vale

Depois de acumular alta de quase 60% em seis dias, a mineradora Vale despencou nesta sessão. Na véspera, anunciou um acordo com a australiana Fortescue para mistura e venda de minério de ferro das duas empresas na China.

As ações preferenciais da Vale (VALE5) caíram 14,51%, cotadas a R$ 11,24. Já as ações ordinárias da companhia (VALE3) desabaram 12,05%, encerrando o dia valendo R$ 15,03.

 

Composição o Ibovespa em 08 de Março de 2016

ATIVO ULT OFV OFC MAX MIN VAR VAR %
ABEV3 19,05 19,05 19,01 19,22 18,84 -0,12 -0,63
BBAS3 20,25 20,28 20,25 20,25 17,94 1,99 10,90
BBDC3 28,02 28,18 28,02 28,88 27,53 0,35 1,26
BBDC4 26,29 26,29 26,27 26,95 25,86 0,13 0,50
BBSE3 29,55 29,55 29,52 29,84 27,64 1,46 5,20
BRAP4 5,30 5,32 5,30 5,86 5,23 -0,61 -10,32
BRFS3 52,45 52,45 52,40 53,50 51,35 -0,41 -0,78
BRKM5 24,41 24,41 24,39 25,64 24,21 -1,09 -4,27
BRML3 15,33 15,35 15,33 15,62 15,22 -0,07 -0,45
BVMF3 14,07 14,14 14,07 14,43 13,87 0,06 0,43
CCRO3 14,52 14,59 14,52 15,00 14,15 0,32 2,25
CESP6 15,41 15,43 15,41 15,80 15,18 0,22 1,45
CIEL3 35,50 35,50 35,49 35,97 34,87 0,50 1,43
CMIG4 7,12 7,12 7,11 7,27 6,91 0,14 2,01
CPFE3 17,78 17,85 17,78 18,19 17,54 0,23 1,31
CPLE6 28,13 28,13 27,71 28,13 26,41 0,85 3,12
CSAN3 28,12 28,13 28,12 28,51 27,27 -0,05 -0,18
CSNA3 7,11 7,11 7,10 8,15 7,03 -1,12 -13,61
CTIP3 39,54 39,54 39,52 39,60 38,63 0,04 0,10
CYRE3 9,68 9,80 9,68 9,85 9,32 0,18 1,89
ECOR3 5,49 5,50 5,49 5,59 5,23 -0,01 -0,18
EMBR3 23,65 23,65 23,50 24,24 23,12 -0,33 -1,38
ENBR3 13,00 13,00 12,98 13,37 12,89 0,06 0,46
EQTL3 39,80 39,80 39,67 39,87 39,20 0,47 1,20
ESTC3 15,01 15,03 15,01 15,54 14,81 0,16 1,08
FIBR3 32,76 32,81 32,76 34,90 31,53 -3,19 -8,87
GGBR4 4,82 4,83 4,82 5,03 4,66 -0,13 -2,63
GOAU4 1,75 1,75 1,74 1,77 1,63 0,02 1,16
HGTX3 14,95 14,95 14,94 15,04 14,27 0,39 2,68
HYPE3 25,99 25,99 25,97 26,27 25,60 0,14 0,54
ITSA4 8,29 8,29 8,25 8,37 7,90 0,28 3,50
ITUB4 31,91 31,93 31,91 32,38 30,82 0,70 2,24
JBSS3 11,18 11,23 11,18 11,80 10,95 0,20 1,82
KLBN11 20,79 20,79 20,77 21,05 19,57 -0,26 -1,24
KROT3 11,22 11,22 11,21 11,60 11,12 -0,16 -1,41
LAME4 21,92 21,93 21,92 22,08 21,57 -0,08 -0,36
LREN3 20,80 20,82 20,80 21,18 20,58 0,03 0,14
MRFG3 6,29 6,37 6,29 6,59 6,27 -0,16 -2,48
MRVE3 10,97 10,97 10,96 11,32 10,70 0,33 3,10
MULT3 50,80 51,00 50,80 51,57 50,51 -0,12 -0,24
NATU3 30,20 30,50 30,20 30,65 29,88 0,14 0,47
OIBR3 1,32 1,32 1,31 1,34 1,29 0,02 1,54
PCAR4 46,35 46,35 46,05 47,50 46,01 -0,45 -0,96
PETR3 9,65 9,65 9,64 10,52 9,37 -0,26 -2,62
PETR4 7,47 7,48 7,47 7,84 7,08 0,10 1,36
QUAL3 14,48 14,48 14,47 14,94 14,14 -0,38 -2,56
RADL3 47,35 47,35 47,34 47,49 46,38 0,63 1,35
RENT3 28,00 28,00 27,93 29,00 27,17 -0,10 -0,36
RUMO3 3,38 3,40 3,38 3,44 3,00 0,29 9,39
SANB11 17,23 17,30 17,23 17,80 17,06 -0,17 -0,98
SBSP3 22,89 22,89 22,81 23,02 22,56 0,09 0,39
SMLE3 37,99 37,99 37,20 37,99 34,72 2,92 8,33
SUZB5 12,37 12,37 12,36 12,90 11,94 -1,04 -7,76
TBLE3 37,65 37,82 37,65 38,24 36,67 0,90 2,45
TIMP3 7,42 7,50 7,42 8,03 7,39 -0,24 -3,13
UGPA3 65,87 65,87 65,84 67,16 65,33 -0,58 -0,87
USIM5 1,55 1,55 1,54 1,55 1,37 0,09 6,16
VALE3 15,03 15,10 15,03 17,09 15,03 -2,55 -14,51
VALE5 11,24 11,25 11,24 12,35 11,24 -1,54 -12,05
VIVT4 40,73 40,73 40,54 41,59 40,25 -0,02 -0,05
WEGE3 14,55 14,56 14,55 14,67 13,77 0,59 4,23

 

Deixe um comentário