Robert van Dijk, do Banco Votorantim, será novo presidente da Anbima

LinkedIn

O responsável pela gestão de recursos do Banco Votorantim, Roberto John van Dijk, será o novo presidente da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Formado pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP), ele substituirá Denise Pavarina, do Bradesco, que deixa o cargo após dois mandatos. Van Dijk já era vice-presidente e concorrerá na chapa única que será eleita na votação marcada para sexta-feira, dia 29.

Van Dijk era cotado para ser presidente da Anbima já na eleição que escolheu Denise Pavarina pela primeira vez, mas uma divergência entre as instituições financeiras acabou provocando um racha que ameaçou criar uma segunda chapa e uma disputa na votação, o que não é a tradição da entidade. No fim, Denise acabou sendo a candidata de consenso e van Dijk ficou na vice-presidência.

O futuro presidente da Anbima comandou a Bradesco Asset Management (Bram) por vários anos, durante o período em que o Bradesco era comandado por Márcio Cypriano, que antecedeu o atual presidente do banco, Luiz Carlos Trabuco Cappi. Com a saída de Cypriano, van Dijk deixou a Bram, em 2010.

Antes, van Dijk havia trabalhado no Banco Schahin Cury e na Bradesco Templeton, gestora formada pelo banco brasileiro em parceria com a gigante americana. Desde sua saída da Bram, ele comanda a área de gestão de patrimônio (Wealth Management) do Votorantim, que tem como sócio o Banco do Brasil, com 50% do capital. Prossegue assim, de maneira indireta, a alternância de poder entre os grandes bancos na Anbima.

Deixe um comentário