Empresários destacam convite de Temer ao diálogo e elogiam equipe econômica

LinkedIn

O presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Murilo Portugal, afirmou hoje (12), por meio de nota, que o vice-presidente Michel Temer assume a Presidência da República em momento difícil, “mas acompanhado de expectativas positivas”. De acordo com Portugal, a Febraban “associa-se aos que veem na nova equipe de governo capacidade de superar os desafios econômicos e manifesta seu apoio, em especial, aos novos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Romero Jucá”.

Na nota, o presidente da Febraban informou que a entidade se empenhará para colaborar com a nova equipe de governo e reitera seu compromisso de trabalhar “pelo bom funcionamento do sistema bancário e pelo desenvolvimento sustentável do Brasil”.

Sobre Henrique Meirelles, Murilo Portugal disse se tratar de um executivo “com experiência profissional exitosa e competência comprovada no Brasil e no exterior, tanto no setor público quanto no privado”. Do senador Romero Jucá, lembrou a extensa experiência política e administrativa e liderança parlamentar. “Ele tem as qualidades necessárias para gestão das prioridades orçamentárias e articulação do apoio político essencial à aprovação das medidas legislativas a serem submetidas ao Congresso Nacional.”

Firjan

Também por meio de nota, a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) destacou a abertura do presidente interino Michel Temer ao diálogo, qualidade que a entidade considera essencial para solução dos problemas enfrentados pelo Brasil.

“O presidente Michel Temer é um homem aberto ao diálogo, que compreende o momento histórico em que assume os destinos da nação brasileira. Uma agenda de reformas será implementada. São mudanças no arcabouço institucional do país, pelas quais clama o setor privado há pelo menos duas décadas”, ressaltou.

Do mesmo modo, a entidade representativa da indústria fluminense chamou a atenção para a competência e o currículo de Henrique Meirelles, fatores que o “credenciam como nome certo para comandar o Ministério da Fazenda”. Conforme o comunicado, também o Banco Central estará fortalecido sob o comando de Ilan Goldfajn.

“Os investidores voltarão a olhar para o Brasil como um destino seguro para seus investimentos. A nomeação de José Serra para a pasta das Relações Exteriores reforça esta tendência”, acrescentou a nota, reiterando que a atual conjuntura econômica e social do país “requer a união, o apoio e a colaboração das entidades de representação e do conjunto do empresariado em torno do novo governo”.

Fecomercio

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) também se manifestou por meio de nota. A entidade avaliou como positivas as escolhas do presidente interino Michel Temer para compor a equipe econômica. Para a FecomercioSP, a nova equipe deve retomar os conceitos básicos de equilíbrio macroeconômico e de responsabilidade fiscal, que serão determinantes para a retomada do crescimento econômico do país.

No entendimento da federação, o novo governo compreendeu que deve haver sintonia entre escolas de pensamento para Fazenda, Banco Central, Tesouro e Planejamento, “o que, por si só, já é uma notícia positiva”. Ainda segundo a entidade, trata-se de um grupo que entende que o Estado já não cabe mais nos bolsos dos brasileiros. “Ficou claro que é preciso adaptar o Estado à capacidade contributiva do cidadão e não o contrário.”

* Colaborou Alana Gandra

Deixe um comentário

Seu Histórico Recente
BOV
VALE5
Vale PNA
BOV
IBOV
iBovespa
BOV
PETR4
Petrobras
BOV
IGBR3
IGB SA
FX
USDBRL
Dólar EUA ..
Ações já vistas aparecerão nesta caixa, facilitando a volta para cotações pesquisadas anteriormente.

Registre-se agora para criar sua própria lista de ações customizada.

Faça o login em ADVFN
Registrar agora

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br

V: D: 20230606 20:59:13