Setor de serviços tem queda de 5,9%

LinkedIn

O volume de serviços teve uma queda de 5,9% em março deste ano, na comparação com março de 2015. É a maior queda desde novembro último (-6,4%). Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada hoje (12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os serviços acumulam recuos de 5% no ano e de 4,4% no período de 12 meses.

A receita nominal do setor caiu 0,4% em março deste ano se comparada com março de 2015, mas acumula crescimentos de 0,5% no ano e de 0,7% no período de 12 meses. A receita nominal não considera os efeitos da inflação sobre o valor dos serviços.

Transportes

Entre os seis segmentos do setor de serviços, cinco tiveram queda no volume em março, com destaque para transportes, serviços auxiliares dos transportes e correios, com recuo de 7,2% no período. Junto com os serviços de informação e comunicação, com recuo de 5,9%, os transportes foram os principais responsáveis pelo resultado negativo dos serviços.

Também tiveram queda os serviços profissionais, administrativos e complementares (-6,8%), serviços prestados às famílias (-3,8%) e atividades turísticas (-2,3%). O segmento de outros serviços foi o único com crescimento no volume em março deste ano, na comparação com o mesmo período de 2015 (2,6%).

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.