Ibovespa abre em queda de 1,05%; Europa e EUA à espera do Fomc

LinkedIn

O Índice Bovespa abriu em queda nessa sexta-feira puxado pelo desempenho negativo das mineradoras. Às 10h42, o Ibovespa registrava baixa de 1,05%, aos 57,300,68 pontos.

As ações do índice operavam majoritariamente no campo negativo. Entre as principais baixas, estavam as ações ordinárias (ON, com voto) da CSN (BOV:CSNA3), que despencavam 4,32%. Preferenciais da série A (PNA, sem voto) da Usiminas (BOV:USIM5) recuavam 3,66% enquanto preferenciais da Gerdau (BOV:GGBR4) caíam 3,21%. BRF ON (BOV:BRFS3)também caía forte, -3,23%.

Somente quatro ações do índice operavam em alta na abertura dos negócios. Ações preferenciais da série A da Suzano subiam 0,58%, ordinárias da Estácio (BOV:ESTC3) subiam 0,44%. Alta também para JBS ON (BOV:JBSS3), de 0,33%, e Kroton ON (BOV:KROT3) (BOV:KROT3), de 0,27%.

Nos bancos, ações preferenciais do Bradesco (BOV:BBDC4) caíam 1,08% e ordinárias (BOV:BBDC3) recuavam 1,17%. Queda também para as ações ordinárias do Banco do Brasil (BOV:BBAS3), de 1,21%. Itaú Unibanco PN (BOV:ITUB4) recuava 0,87%.

Bolsas da Europa e EUA em queda

Os mercados europeus operavam em baixa nessa quinta-feira. O Stoxx 50 caía 1,15%, enquanto o índice alemão DAX tinha a maior queda entre as principais bolsas e recuava 1,28%. O francês CAC registrava queda de 0,60% e o índice britânico Financial Times caía 0,46%.

Os investidores seguem à espera da reunião do Comitê de Mercado Aberto (Fomc) do Federal Reserve na próxima semana, que definirá os juros dos Estados Unidos. As vendas no varejo e a produção industrial nos EUA em agosto caíram mais do que o esperado, reduzindo as expectativas já baixas de um aumento da taxa de juros na próxima semana pelo Federal Reserve (Fed). Em Nova York, o índice Dow Jones abriu em baixa de 0,57%. Já o índice Nasdaq caía 0,33% e o S&P 500 caía 0,52%.

O petróleo também tinha desempenho negativo, com o WTI negociado em Nova York em queda de 1,89% nesse início de manhã, e com o barril cotado a US$ 43,08. O Brent, negociado em Londres, caía 2,30%, cotado a US$ 45,52 o barril.

Juros têm desempenhos mistos

Os juros futuros com vencimento em 2017 tinham leve queda de 0,07% na abertura do mercado, a 13,980%. Os DI?s com vencimento em 2018 operavam estáveis em 12,620%. Já os juros com vencimento em 2021 subiam 0,33% passando de 12,100% para 12,140%.

No mercado de câmbio, o dólar comercial abriu em alta de 0,35% após cair no pregão de ontem, cotado a R$ 3,312. O Banco Central segue nessa sexta-feira com a oferta de 5 mil contratos de swap cambial reverso.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.