Ibovespa recua com bancos, juros caem e dólar volta aos R$ 3,25

LinkedIn

No primeiro pregão após a definição do impeachment da petista Dilma Rousseff, a bolsa brasileira abriu com nova queda, pressionada pelo desempenho ainda fraco dos índices de ações estrangeiros. Às 12h15, o Índice Bovespa perdia 0,05%, para 57.874 pontos.

Com o maior peso do indicador brasileiro, os papéis preferenciais (PN, sem voto) do Itaú Unibanco (BOV:ITUB4) recuavam 0,04%, Bradesco PN (BOV:BBDC4), 1%, os ordinários (ON, com voto) do Banco do Brasil (BOV:BBAS3), 0,99%, e as units (recibos de ações) do Santander (BOV:SANB11), 0,04%. No próximo dia 30, o BB informou o pagamento de R$ 352,7 milhões ou R$ 0,1266 por ação em juros sobre capital próprio (JCP). Além disso, a partir da próxima terça-feira, os trabalhadores bancários podem entrar em greve. Hoje, eles votam em assembleia em todo o país para decidir se vão cruzar os braços por rejeitar a proposta de reajuste salarial da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

Mesmo com o recuo de 1% do minério de ferro na China, para US$ 58,40 a tonelada, Vale ON (BOV:VALE3) tinha avanços de 2,18% e suas ações PNA (BOV:VALE5), de 2,07%.

Também em alta, apesar da queda de quase 2% do petróleo no exterior, Petrobras ON (BOV:PETR3) subia 0,27% e suas ações PN (BOV:PETR4) tinham avanços de 0,16%. O Programa de Incentivo à Demissão Voluntária (PIDV) da petroleira somou oito mil funcionários, mas ainda não se sabe quanto a estatal economizará com os cortes. Segundo relatório da XP Investimentos, o foco dessa administração é melhorar o caixa da empresa, reduzir custos (PDV), venda de ativos e operações rentáveis. A corretora se disse otimista com a Petrobras no curto e médio prazo, devido ao choque de gestão e menor interferência governamental no negócio.

O mercado repercute hoje as falas do ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, de que salário mínimo para o ano que vem ficará em R$ 945,80. O valor consta do projeto do Orçamento Geral da União de 2017, enviado pelo governo ao Congresso Nacional.

Ultrapar perde 2% e Suzano avança quase 4%

No horário, as piores quedas do índice local eram de Ultrapar ON (BOV:UGPA3), 2,75%, BM&FBovespa ON (BOV:BVMF3), 2,51%, Cesp PNB (BOV:CESP6), 1,93%, e Cyrela ON (BOV:CYRE3), 1,80%. Na ponta positiva, as maiores altas do Ibovespa ficavam com Suzano Papel PNA (BOV:SUZB5), 3,92%, Fibria ON (BOV:FIBR3), 2,86%, CCR ON (BOV:CCRO3), 2,70%, e Klabin unit (BOV:KLBN11), 2,53%. As companhias exportadoras Suzano, Fibria e Klabin se beneficiavam da valorização da moeda americana no dia.

À espera do payroll, EUA têm leve recuo; petróleo perde mais 1%

No aguardo da divulgação dos dados do mercado de trabalho americano marcada para amanhã, o Dow Jones recuava 0,15%, o S&P 500, 0,03%, e o indicador da Nasdaq, 0,04%. Mais tarde, os investidores de lá ainda acompanharão os números de pedidos de auxílio- desemprego, o Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) industrial de agosto, investimentos em construção em julho e o índice de atividade industrial do Instituto dos Gerentes de Suprimento (ISM na sigla em inglês) de agosto. Negociado em Nova York, o petróleo WTI também caía 1,97%, para US$ 43,82, e o Brent, de Londres, 1,92%, para US$ 45,99.

Também em baixa, na zona do euro, o britânico Financial Times e o alemão DAX perdiam 0,56% e 0,21%, respectivamente. Já o Stoxx 50, dos 50 papéis mais líquidos do bloco, ganhava 0,22%, seguido pelo francês CAC, 0,38%. Na região, o PMI da manufatura caiu de 52 para 51,7 pontos em agosto, um pouco pior do que a prévia de 51,8 pontos. No Reino Unido, o PMI de agosto passou de 48,3 para 53,3 pontos, melhor que os esperados 49 pontos. Já na Alemanha, o PMI de agosto teve leve piora de 53,8 para 53,6 pontos. Por fim, o PMI francês passou de 48,6 para 48,3 pontos em agosto.

Juros caem e dólar volta aos R$ 3,25

Depois que o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) decidiu manter a Selic em 14,25% ao ano ontem, os juros futuros válidos até 2017 abriram em queda, de 14,02% para 13,96%. Para 2018, as projeções caíram de 12,78% para 12,62%, assim como as taxas com vencimento em 2021, de 12,05% para 11,97%. O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) encerrou agosto com variação de 0,32%. Na comparação com a última apuração de julho (0,39%), a taxa é 0,07 ponto percentual menor. Já os preços da indústria fecharam o mês de julho com deflação de 0,56%, uma queda de 1,06 ponto percentual em relação a 0,5% de alta em junho.

Além de detalhar os vários pontos que estão influenciando a política de juros, o BC se mostrou mais rigoroso sob a gestão de Ilan Goldfajn. Com isso, bancos e consultorias reviram suas previsões de queda dos juros mais para o fim do ano ou somente no ano que vem. Hoje, com o leilão de 10 mil contratos de swap cambial reverso do BC, de US$ 500 milhões, o dólar comercial subia 0,61%, para R$ 3,25 na venda, como o dólar turismo, 1,04%, sendo vendido a R$ 3,40.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.