Preços dos aluguéis caem 0,14% em setembro; acumulado no ano chega a -2,94%, diz FipeZap

LinkedIn

Os preços de locação residencial registraram queda de 0,14% na passagem de agosto para setembro, como mostra levantamento realizado pela FipeZap. No ano, a queda é de 2,94% e, em 12 meses, de 4,28%. Como a inflação medida pelo IPCA atingiu 8,48% nos últimos 12 meses, o indicador de locação apresentou uma queda real de 11,76% entre setembro de 2015 e setembro de 2016.

Houve queda nos aluguéis iniciais em março em São Paulo (-0,26%), Belo Horizonte (-0,11%), Rio de Janeiro (-0,11%), Salvador (-0,81%), Recife (-0,01%) e Campinas (-0,46%).

Em São Paulo, no acumulado do ano, os aluguéis novos apresentam queda de 1,68% e, em 12 meses, de 3,42%. Já no Rio de Janeiro, a queda é de 5,15% no ano e 7,38% em 12 meses. A maior queda em 12 meses é de Salvador, com 7,58%.

Todas as cidades monitoradas pelo índice mostraram resultados inferiores à inflação nesse período, sendo que apenas em Curitiba não foi observada queda nominal no preço médio de locação. O preço médio anunciado para locação por metro quadrado nas 11 cidades pesquisadas em setembro de 2016 foi de R$ 30,08 ao mês.

A cidade do Rio de Janeiro mantém o maior preço médio de locação, com um valor de R$ 35,60 por metro quadrado. Os preços paulistas aparecem em segundo lugar, com uma média de R$ 34,99 por metro quadrado. A lista dos aluguéis mais caros ainda inclui o Distrito Federal (R$31,30/m2), Santos (R$27,29/m2), Recife (R$25,64/m2), Porto Alegre (R$21,75/m2), Campinas (R$21,20/m2) e Salvador (R$20,18/m2).

Os preços anunciados para locação considerados para o cálculo do índice são para novos aluguéis. Ou seja, o Índice FipeZap de Locação não mede a variação dos contratos vigentes (normalmente reajustados automaticamente pelo IGP-M/FGV ou por outros índices de correção).

O post Preços dos aluguéis caem 0,14% em setembro; acumulado no ano chega a -2,94%, diz FipeZap apareceu primeiro em Arena do Pavini.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.