A Palavra do Gestor - Dezembro/2016

LinkedIn

Em novembro, a Bovespa caiu 4,65% atingindo 61.906 pontos. No acumulado até novembro, a alta ainda é expressiva, de +42,81%. Abaixo, os vários fatores para esta queda:

1) A vitória de Donad Trump para presidente dos EUA. As pesquisas apontavam pouca diferença de votos entre os dois candidatos, mas favorável à candidata Hillary, entretanto, as agências de pesquisas erraram em várias cidades, onde a candidata detinha a preferência. Embora a Hillary Clinton ganhou com um margem de mais de 2 milhões de votos, Donad Trump no colégio eleitoral,o que v ale. Este inesperado resultado fez a Bovespa realizar do pico de 65.291 pontos para 58.322 pontos. A posse efetiva será em 20/01/2017, quando teremos as novas diretrizes para o país.

2) Os investidores estrangeiros retiraram da bolsa R$ 2,844 bilhões até o dia 29/11/2016. O montante acumulado reduziu de R$ 17,5 bilhões para próximo de R$ 14,6 bilhões.

3) Na última semana de novembro, a situação ficou mais complicada na área política brasileira. Os deputados aprovaram punição por abuso de autoridade, abrindo uma guerra entre o Legislativo e o Judiciário.

4) No último dia do mês, decisão do Copom, a média de expectativa do mercado era de queda de 0,50%, porém, a decisão do Banco Central foi pela redução de 0,25%. Decisão que acreditamos ser acertada, dada a atual situação geral do país.

Apesar do peso das notícias negativas, devemos citar várias  notícias positivas que refletiram nos papéis específicos.

1) O preço do minério de ferro subiu de US$ 64,38 (31/10/16) para ligeiramente acima de US$ 80/ton (29/11/2016). Com isso, a cotação da Vale saiu de R$ 20,63 para R$ 26,89, alta de 30,3%. Ainda, a empresa divulgou a distribuição de juros sobre capital próprio de R$ 0,166/ação (R$ 856,9 milhões).

2) O Banco do Brasil fará uma reestruturação com redução de 402 agências e redução de 9.000 postos de trabalhos, através de diversos programadas de demissão. A proposta é de reduzir as despesas.

3) Leilão da Celg, da Eletrobras, onde a italiana Enel pagou R$ 2,18 bilhões, com ágio de 28,03%. Segundo dados divulgados na imprensa, a Enel está disposta a investir € 3,2 bilhões no Brasil.

4) A OPEP fechou acordo para reduzir  a produção de petróleo, com intuito de tentar estancar a queda do preço. A notícia foi positiva para a Petrobras, onde suas ações subiram 10% no último dia do mês.

O mês de Dezembro começa com realização na bolsa, já que o Copom reduziu os juros abaixo do esperado pelo mercado e o mal estar que tem dominado a área política.

Para dezembro, destaque pode ser os EUA. Os indicadores econômicos divulgados até o momento, nos EUA, podem sugerir aumento de juros. Apesar de já esperado há algum tempo, os mercados podem ter algum ajuste no curto prazo.

Agora, vamos acompanhar os movimentos populares defendendo as Operações da Lava-Jato e apoiando as medidas anti-corrupção.

Deixe um comentário