Consulte a Bússola de Investimentos ADVFN desta quarta-feira, dia 15

LinkedIn

• O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro pediu o cancelamento da licença das distribuidoras de combustíveis BR Distribuidora, da Petrobras (BOV:PETR4), Ipiranga, da Ultrapar (BOV:UGPA3), e Raízen (postos de bandeira Royal Dutch Shell (LSE:RDSA)) após a ANP identificar a presença de metanol no álcool vendido em postos na Zona Norte do Rio. O metanol, também conhecido como álcool metílico ou carbinol, é altamente tóxico. Em posterior inspeção nos tanques das distribuidoras, os agentes da ANP encontraram 16 milhões de litros de combustível adulterado, a maior apreensão da história da agência reguladora do setor de petróleo e biocombustíveis.

• A BR Properties (BOV:BRPR3) conseguiu reverter perdas e registrou lucro líquido de R$ 28,84 milhões em 2016.

• Os atuais acionistas do BTG poderão migrar parte ou a totalidade de suas units para as novas units BPAC11 e BBTG12. Os acionistas que optarem pela migração através dos novos programas de units receberão 1 unit BPAC11 e 1 unit BBTG12 simultaneamente ao cancelamento de cada unit (BOV:BBTG11) que detenha.

 • A Gol (BOV:GOLL4) fechou um contrato de venda e arrendamento de cinco aeronaves Boeing 737 MAX 8 por um período de 12 anos. As cinco aeronaves têm um valor total de US$ 550 milhões e serão entregues entre junho e novembro de 2018.

• Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Joesley Batista, presidente da J&F, controladora da JBS (BOV:JBSS3), afirmou que não deixará o comando da companhia e provará que não existem irregularidades nos negócios com fundos de pensão de estatais que investiram na companhia.

• Após a Bloomberg informar, citando fontes, que a Lojas Americanas (BOV:LAME3) contratou Itaú, Santander, JPMorgan e Banco do Brasil para uma oferta de ações e que o Credit Suisse, que foi contratado pela rede neste mês, vai liderar a oferta, a companhia informou em nota que “engajou outras instituições financeiras para dar seguimento à análise de operações relativas à sua estrutura de capital, que, como dito anteriormente, pode envolver um aumento de capital”.

A Lojas Americanas deve usar os recursos para fazer aquisições, tendo como potenciais alvos a BR Distribuidora da Petrobras ou a rede de varejo de eletrônicos Via Varejo, segundo relatório do Brasil Plural de 31 de janeiro.

• A Log Commercial Properties, uma empresa do grupo MRV (BOV:MRVE3), aprovou a listagem de suas ações no segmento do Novo Mercado da BM&FBovespa através de uma IPO (oferta pública inicial de ações).

• A produção de óleo do mês de janeiro da OGX (BOV:OGXP3) alcançou um total de 249.505 barris, refletindo a produção do Campo de Tubarão Martelo.

• Marco Schroeder, presidente da Oi (BOV:OIBR4), espera que até o segundo trimestre do ano seja feita a votação com credores e acionistas. Dentre as saídas para quitação das dívidas estão: acordo, empréstimo com juros abaixo do mercado e ações da companhia. Desta forma, eventualmente, a recuperação judicial não precise ser prorrogada.

• Em resposta à Bovespa, a Vale (BOV:VALE3) (BOV:VALE5) afirma que não tem conhecimento sobre qualquer fato relacionado que possa ter ocasionado a movimentação atípica na negociação das ações da companhia.

Bolsas de valores no mundo
A fala da chairwoman do Federal Reserve Janet Yellen na véspera segue reverberando nos mercados mundiais, que registram alta em sua maioria. Na tarde da véspera, os mercados mundiais levaram um “susto” após Yellen afirmar que o Fed provavelmente precisará elevar os juros em uma das próximas reuniões e que o atraso na decisão pode deixar o comitê do banco central atrás da curva, mas logo zeraram as perdas. A presidente do Fed voltar a falar nesta data. As ações do setor bancário puxam a alta na Europa e Japão, em meio à expectativa de desregulamentação na área bancaria e de estímulos fiscais nos EUA, enquanto as ações japonesas subiram para perto do maior nível em 14 meses com Fed reforçando tendência de iene fraco.

Já os mercados acionários da China reverteram ganhos iniciais e fecharam em baixa nesta quarta-feira, com as ações dos setores de tecnologia e recursos básicos dando uma pausa após recente alta. A maioria dos setores recuou, liderados pelos de matérias-primas e industrial liderando as quedas.

No mercado de commodities, o minério de ferro recua em Dalian, na China, após maior produtor da África prever queda dos preços. Já o petróleo cai a menos de US$ 53 com dados preliminares de alta dos estoques nos EUA.

Desempenho dos principais índices:

Ibovespa (Brasil) +0,47%

Dow Jones (Estados Unidos) +0,45%

Nasdaq Composite (Estados Unidos) +0,00%

Sse Composite Index (China) -0,15%

FTSE 100 (Reino Unido) +0,50%

DAX Index (Alemanha) +0,20%

Cac 40 (Reino Unido) +0,60%

Nikkei 225 (Japão) +1,03%

Commodities

Ouro -0,09%

Prata -0,36%

Cobre +0,00%

Petróleo -0,28%

Petróleo Brent Crude -0,20%

Café –0,33%

Açúcar +0,51%

Minério de ferro -0,02%

Um pouco de política
O noticiário político é movimentado, em meio às repercussões sobre a decisão do ministro do STF Celso de Mello de manter Moreira Franco no ministério de Michel Temer, além da possível nomeação de Carlos Veloso para o Ministério da Justiça.

O ministro do STF Gilmar Mendes disse que a nomeação do ministro Moreira Franco para a Secretaria-Geral da Presidência da República deve ser apreciada pelo plenário da Corte, após Mello indeferir o pedido dos partidos Rede e PSOL para impedir a posse de Moreira Franco e manter a nomeação. No ano passado, Gilmar Mendes havia julgado uma questão similar, a posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil no governo Dilma Rousseff. Na ocasião, Mendes impediu a nomeação de Lula. A questão não foi levada ao plenário do STF após a decisão monocrática, segundo o ministro, porque Dilma foi afastada da Presidência da República em seguida.

Já para o ministério da Justiça, o nome do ex-STF Carlos Veloso desponta entre as apostas, esteve reunido ontem com o presidente Temer no Palácio do Planalto. Em entrevista à Folha, ele defendeu a Operação Lava-Jato e elogiou o trabalho do juiz Sérgio Moro, segundo ele extremamente duro, mas competente e correto. E esta é uma posição que não entusiasma o mundo político.

Agenda
Depois de mexer fortemente com os mercados na véspera, a presidente do Fed, Janet Yellen, volta a discursar nesta quarta-feira (15), às 13h, e deve reforçar a mensagem de que a política econômica de Donald Trump ainda é incerta e que esperar muito para elevar os juros pode ser imprudente e obrigar a ajustes mais acentuados no futuro. Outros membros do Fed que falam nesta quarta são: Eric Rosengren, do Fed de Boston, às 16h10; Patrick Harker, do Fed de Filadélfia, às 16h e William Dudley, do Fed de Nova York, fala em Nova York, às 22h15.

Mais cedo, às 11h30, os investidores monitoram o CPI e o PPI dos Estados Unidos, com os dados de inflação aos consumidores e produtores. Às 13h30, serão conhecidos os números dos estoques de petróleo norte-americanos. A expectativa é de uma alta de 3,5 milhões nos estoques de petróleo e de 500 mil no de gasolina.

Entre os indicadores domésticos, atenção para o volume de serviços de dezembro. Segundo estimativa da LCA Consultores, no ano de 2016, o setor deve ter registrado declínio de 4,6%. Já o Banco Central oferta até 6 mil contratos de swap cambial para rolagem entre 11h30 e 11h40, com resultado a partir das 11h50. Às 12h30, serão divulgados os números do fluxo cambial semanal. Vale destacar ainda notícia da Bloomberg de que, segundo fontes, o governo pode cortar meta de inflação em 2019 se expectativa para 2018 cair, até junho, para 4,2%.

Em Brasília, o presidente do Senado Federal, Eunicio Oliveira (PMDB-CE), recebe os governadores para tratar sobre ajuda financeira aos estados por parte da União. Também deve repercutir a decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Celso de Mello de validar a nomeação de Moreira Franco para o cargo de ministro da Secretaria Geral do Governo. A indicação do presidente Michel Temer havia sido questionada por partidos da oposição.

Na agenda do ministério da Fazenda, Henrique Meirelles se reúne com vice-presidente da ExxonMobil Exploration Company, Mark Albers, às 10h, depois se reúne com gerente de relações institucionais da Sky, Felipe Herzog, às 11h00, com vice-presidente do banco Mundial para América latina e Caribe, Jorge Familiar, às 15h30, e com senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) às 16h30. Já Eduardo Guardia participa da reunião de conselho do BB, 10h00 e depois se reúne com presidente da Templeton Emerging Markets, Mark Mobius, às 17h.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.