Dólar subiu nesta quinta-feira após Donald Trump anunciar plano fiscal fenômenal

LinkedIn

O dólar fechou em alta nesta quinta-feira, após cair durante parte do dia. O mercado de câmbio reagiu a declarações do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de que vai divulgar seu plano fiscal “fenomenal” nas próximas semanas.

 

Dólar Hoje

O dólar subiu 0,33% ante o real nesta quinta-feira, 09 de fevereiro de 2017, negociado a R$ 3,1284 para compra e a R$ 3,1299 para venda. Ao longo do dia, a cotação da moeda norte-americana oscilou entre R$ 3,1140 (valor mínimo) e R$ 3,1328 (valor máximo).

 

Dólar em Fevereiro

No mês de fevereiro, após sete pregões, a moeda norte-americana acumula uma desvalorização de 0,67%. São três pregões de baixa contra quatro de alta. No último pregão de janeiro, o dólar fechou cotado a R$ 3,1491 para compra e a R$ 3,1510 para venda.

 

Dólar em 2017

Em 2017, após vinte e oito pregões, o dólar acumula uma queda de 3,69% ante o real. São treze pregões de alta contra quinze de baixa. No ano passado, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,2492 para compra e a R$ 3,2497 para venda.

 

Cenário Internacional

No exterior, o mercado seguia preocupado com as eleições na Europa e com a condução do governo do presidente norte-americano, Donald Trump, que tem reforçado seu perfil protecionista.

Na França, o maior receio é de que a candidatura de Marine Le Pen, de extrema-direita, saia vitoriosa nas eleições para presidência do país. Pesquisa do JPMorgan mostrou que o euro pode cair rapidamente a um nível abaixo de US$ 1 caso Marine Le Pen vença as eleições de maio.

 

Cenário Nacional

A política voltou a ganhar as atenções no Brasil. Investidores acompanhavam os desdobramentos do inquérito da Polícia Federal, no âmbito da operação Lava Jato, que apontou indícios de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por parte do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

O temor no mercado era de que, com isso, votações de importantes projetos do governo sejam atrapalhadas, como a reforma da Previdência, considerada por investidores essencial para colocar as contas públicas em ordem.

Nesta quinta-feira, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS) foi eleito presidente da Comissão Especial da Reforma da Previdência, que vai analisar a proposta de mudanças na aposentadoria enviada ao Congresso no fim do ano passado pelo governo.

 

Banco Central 

O Banco Central (BC) não anunciou leilão de swap cambial tradicional – equivalente à venda de dólares no futuro – para rolagem dos contratos de março. Na semana passada, o presidente do BC, Ilan Goldfajn, disse que a autoridade pode rolar parcialmente ou não rolar esse vencimento, que tem volume de US$ 6,954 bilhões.

À medida que os dias vão avançando, a ausência do BC no mercado de câmbio pode causar alguma pressão de alta sobre o dólar, uma vez que os investidores que aguardavam sinais sobre a rolagem do swap cambial tradicional – equivalente à venda futura de dólares – de março podem começar a se proteger.

Deixe um comentário