Gol dá volta por cima e lucra R$ 1 bi

Google+ LinkedIn

A companhia aérea Gol (BOV:GOLL4) registrou lucro líquido de R$ 1,1 bilhão em 2016, revertendo parte das perdas de R$ 4,29 bilhões no ano anterior. O lucro por ação reportado para o ano de 2016 foi de R$ 3,17. A receita por aeronave foi de US$ 6,3 milhões e representou um alto nível de produtividade segundo a companhia. A Gol transportou um total de 8,1 milhões de passageiros no quarto trimestre de 2016, uma queda de 15,4% na comparação anual, e sua participação foi de 36,3% e 10,6% no mercado aéreo doméstico e internacional. A Gol foi a aérea mais pontual em 2016 no mercado brasileiro com índice de 84,63%, de acordo com dados da OAG (Official Airline Guide).

Outras notícias importantes do dia:

• Segundo o jornal Valor Econômico, o Governo não vai interferir na troca de comando da Vale, prevista para maio deste ano, quanto termina o contrato do atual presidente Murilo Ferreira.

• A Gol aumentou a projeção de margem operacional para a faixa de 6% a 8% em 2017 esperando reduzir custos por assento-quilômetro disponível ao operar com uma frota com consumo mais eficiente de combustível.

• A Eternit aprovou a reestruturação das unidades produtivas da Controlada Tégula Soluções para Telhados. As atividades de produção de telhas de concreto em quatro unidades serão encerradas a partir deste mês e a baixa destes ativos será reconhecida ainda no exercício de 2016. Os imóveis destas unidades serão vendidos.

• O volume de cargas do segmento aeroportuário da Triunfo, que opera o aeroporto de Viracopos, registrou um expressivo crescimento de 40% na comparação anual, devido ao aumento das importações. A receita de cargas, historicamente, representa mais de 50% da receita total de Viracopos informou a companhia.

• A Paranapanema assinou um novo acordo de standstill com seus principais credores financeiros. A companhia considera o acordo um importante avanço nas negociações do reperfilamento de sua dívida.

• O prejuízo consolidado da Usiminas caiu 84,4% em 2016, para R$ 576,8 milhões, devido a um melhor resultado operacional das unidades de negócio de siderurgia, mineração e transformação do aço, baixas contábeis menores, e menor desvalorização cambial.

• A Cosan registrou lucro líquido de R$ 1,39 bilhão em 2016, crescimento de 58% no ano.

• A Grendene registrou lucro líquido de R$ 633,95 milhões em 2016, crescimento de 17,5% no ano.

• A Raia Drogasil registrou lucro líquido de R$ 451,25 milhões em 2016, crescimento de 32,8% no ano.

• A Rumo Logística não conseguiu reverter perdas e registrou prejuízo consolidado de R$ 1,05 bilhão em 2016.

Esta notícia foi extraída do Bom Dia ADVFN, newsletter diária divulgada pela ADVFN Brasil, em 17-02-2017. Para receber esta newsletter gratuitamente todas as manhãs em seu email automaticamente, marque a opção “Boletim Noticiário Brasileiro” neste link: Relatórios Financeiros Gratuitos ADVFN

Guga Deschamps é autor das newsletters diárias Bom Dia ADVFN e Boa Noite ADVFN. Além de colaborar diariamente com a criação de novos artigos, também foi um dos idealizadores do Jornal ADVFN.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.