Consulte a Bússola de Investimentos ADVFN desta sexta-feira, dia 17

LinkedIn

• Foram criados 35,6 mil postos formais de trabalho em fevereiro, primeiro mês positivo em quase dois anos, segundo informações do Ministério do Trabalho.

• Ambev (BOV:ABEV3): O Governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, envia nesta sexta-feira à Assembleia Legislativa do estado projeto que concede incentivos fiscais à AB Inbev para construção de uma fábrica de latas de alumínio, disse Ancelmo Gois, colunista de O Globo. O projeto é orçado em R$ 650 milhões e vinha sendo disputado pelo México, diz o colunista.

• O Itaú BBA elevou a recomendação para as ações do Banrisul (BOV:BRSR6) para outperform, com novo preço-alvo de R$ 17,80 para 2017, ante R$ 14,50.

• O Credit Suisse elevou o preço-alvo para as ações da BB Seguridade (BOV:BBSE3) de R$ 29,00 para R$ 33,00, mas mantendo recomendação neutra.

• Em comunicado ao mercado, a BM&FBOVESPA (BOV:BVMF3) esclareceu que, embora o tema da sucessão do diretor presidente da companhia tenha sido discutido no âmbito do processo de fusão com a Cetip, não há nenhuma decisão definitiva. A Agência Estado aponta que Gilson Finkelsztain, presidente da Cetip, deve suceder Edemir Pinto no comando da BM&FBOVESPA.

• Segundo o jornal Valor Econômico, a rede Mais Econômica vai processar a Brasil Pharma (BOV:BPHA3) e seu ex-controlador, o banco BTG Pactual, pelos dados contábeis fornecidos para avaliar a companhia e pedir ressarcimento de R$ 76 milhões, acima do valor pago para a aquisição da companhia, de R$ 44 milhões.

• A elétrica estatal Copel (BOV:CPLE6) informou nesta quinta-feira que o governo do Paraná indicou o engenheiro Antonio Sergio de Souza Guetter para assumir a presidência da companhia paranaense, e que a indicação do executivo será delibera na reunião do Conselho de Administração na próxima quarta-feira. Guetter substituirá Luiz Fernando Leone Vianna, nomeado para a diretoria-geral de Itaipu, segundo comunicado.

• A Eletrobras (BOV:ELET6) informa que seu conselho de administração indicou para a diretoria executiva da Itaipu Binacional os candidatos Luiz Fernando Leone Vianna, Marcos Antônio Baumgartner, Ramiro Wahrhafting e Cesar Eduardo Ziliotto, para ocupar os cargos de diretor geral brasileiro, diretor administrativo, diretor de coordenação e diretor jurídico, respectivamente. A escolha foi feita dentre seis opções.

• Reportagem do jornal Valor Econômico afirma que a Estácio (BOV:ESTC3) estaria investigando denúncia de que seu presidente, Pedro Thompson, estaria participando de articulação para impedir a união com a Kroton (BOV:KROT3).

• Segundo informações do jornal O Estado de S.Paulo, a Polícia Federal prendeu na manhã desta sexta-feira executivos da JBS (BOV:JBSS3) durante a Operação Carne Fraca deflagrada para combater corrupção de agentes públicos federais que facilitavam a produção de alimentos adulterados.

• A Localiza Rent a Car (BOV:RENT3), Car Rental Systems do Brasil Locação de Veículos submetem à análise do Cade operação de aquisição de controle e contrato associativo no setor de locação de automóveis sem condutor e gestão de ativos intangíveis não-financeiros. O documento de divulgação de pedido de análise do Cade está no Diário Oficial e não traz detalhes adicionais; ato tem acesso restrito no site do conselho até o momento.

• A Movida (BOV:MOVI3) informou que o número de diárias de aluguel subiu 46% no primeiro bimestre de 2017 na comparação anual. Já as diárias no segmento de gestão de frotas (GTF) tiveram queda de 11% a/a em janeiro e fevereiro. O volume em seminovos registrou alta de 36,5% na comparação anual.

• OGX (BOV:OGSA3): o atraso da chegada do FPSO Petrojarl I, postergada para o quarto trimestre de 2017, atrasará a previsão do primeiro óleo do Sistema de Produção Antecipada de Atlanta, agora esperada para o início de 2018. A companhia continua a manter conversas com potenciais interessados em adquirir parte de sua participação no bloco.

• A Total Gas & Power Brasil e Petrobras (BOV:PETR4) submetem à análise do Cade operação que envolve aquisição de controle compartilhado no setor de geração de energia elétrica. O documento de divulgação de pedido de análise do Cade está no Diário Oficial e não traz detalhes adicionais; processo tem acesso restrito no site do conselho até o momento.

• A Positivo (BOV:POSI3) conseguiu reverter perdas e registrou lucro consolidado de R$ 8,83 milhões em 2016.

• O Santander reduziu o preço-alvo para Raia Drogasil (BOV:RADL3) de R$ 80 para R$ 74, mantendo recomendação de compra. A expectativa é de que as expectativas de menores reajustes nos preços de medicamentos impactem as margens da companhia. A associação das indústrias do setor Interfarma vê uma alta média nos preços de 3,1% este ano, ante 12,5% em 2016. A expectativa com isso é de que a margem Ebitda caia 20 pontos-base este ano, mas as perspectivas de crescimento no longo prazo seguem intactas.

• A Ser Educacional (BOV:SEER3) registrou lucro consolidado de R$ 230,44 milhões em 2016, crescimento de 43,1% no ano.

• A Triunfo Participações (BOV:TPIS3) registrou queda de 2,2% no tráfego rodoviário no acumulado de janeiro e fevereiro de 2017, em relação a igual intervalo de 2016, para 30,2 milhões de veículos. A movimentação de contêineres da Portonave, terminal marítimo em Navegantes (SC), cresceu 8% no acumulado do ano, para 145.819 Teus (contêineres de 20 pés).

• A Vale (BOV:VALE5) informou que Justiça homologou parcialmente o Termo de Ajustamento Preliminar celebrado pela Samarco com o Ministério Público Federal. A decisão homologou a contratação de empresas especializadas para a avaliação dos programas socioambientais e socioeconômicos previstos no acordo de março de 2016. Foram suspensas também as ações ajuizadas pelo MPF, pela União, pelos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo e outras autoridades governamentais que totalizavam R$ 175 bilhões. A Justiça também determinou a suspensão de outros processos conexos, com objetivo de evitar decisões contraditórias ou conflitantes. Segundo a companhia, essa é uma decisão importante, que reconhece a complexidade do caso e dá importância a uma solução consensual para remediação de todos os impactos causados pelo rompimento da barragem da Samarco.

Bolsas mundiais
Após dois dias de ânimo com a decisão do Fomc, de subir os juros mas manter o tom gradualista, o mercado externo ensaia uma semana positiva. As ações de emergentes caminham para a melhor semana em oito meses, apesar de o rali global deflagrado pelo gradualismo do Fed ter perdido força, Já nesta sessão, o mercado fica de olho na produção industrial e no sentimento de Michigan nos EUA.

Além disso, os investidores ficam de olho na reunião do G-20, onde se encontrarão as principais autoridades econômicas do mundo. Neste fim de semana, ministros da Economia e presidentes de bancos centrais das 20 maiores economias do mundo serão exortados a reafirmar os princípios do livre comércio, da abertura dos mercados e da regulação prudente, disse o presidente do banco central alemão, Jens Weidmann.

Na Ásia, por sua vez, os principais índices acionários da China caíram nesta sexta-feira, registrando o pior dia desde dezembro passado, conforme os investidores aguardam novas evidências de uma recuperação sustentável na segunda maior economia do mundo. Porém, na semana, as bolsas por lá fecharam em alta.

No mercado de commodities, o petróleo ensaia alta semanal com queda dos estoques americanos e sauditas preparando novos cortes de produção. Já o minério de ferro tem leve baixa após cinco altas seguidas em Dalian; zinco e outros metais avançam em Londres.

Desempenho dos principais índices:
Ibovespa (Brasil) +0,33%

Dow Jones (Estados Unidos) +0,00%

Nasdaq Composite (Estados Unidos) +0,00%

Sse Composite Index (China) -0,96%

FTSE 100 (Reino Unido) +0,39%

DAX Index (Alemanha) +0,11%

Cac 40 (Reino Unido) +0,2%

Nikkei 225 (Japão) -0,35%

Commodities:
Ouro +0,29%

Prata +0,09%

Cobre +0,06%

Petróleo +0,71%

Petróleo Brent Crude +0,74%

Um pouco de política
Na quinta-feira, o Ministério da Fazenda informou que não há decisão sobre aumento da alíquota de PIS/Cofins para compensar possíveis perdas de arrecadação com o julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF), que decidiu ontem que o ICMS não pode integrar a base de cálculo dos tributos.

De acordo com a pasta, é preciso aguardar o julgamento do recurso que será apresentado ao STF, quando então o ministro Henrique Meirelles decidirá sobre o aumento da alíquota e levará o assunto ao presidente Michel Temer. Antes do pronunciamento, o procurador-geral da Fazenda Nacional, Fabrício da Soller, disse que a procuradoria usará como base do recurso que será apresentado ao Supremo o argumento de que o caminho natural para a União compensar as perdas de arrecadação é a elevação da alíquota e que, para isso, precisa de algum tempo. Vale destacar que, segundo o jornal Valor Econômico, a decisão do STF sobre PIS/Cofins pode gerar reação em cadeia ser base para ações contra outros tributos, citando ex-secretários Everardo Maciel e Bernard Appy.

Na agenda do dia, o ministro da Fazenda Henrique Meirelles e o presidente do Banco Central Ilan Goldfajn participam de reuniões com ministros de Finanças e presidentes de bancos centrais do G-20 e dos Brics na Alemanha.

Vale destacar ainda as análises sobre a reforma da previdência. Segundo a Eurasia, apesar de a probabilidade de 70% de aprovação de uma reforma da Previdência “relativamente robusta” permanecer inalterada, consultas recentes entre aliados do presidente Michel Temer no Congresso verificaram que resistências a mudanças-chave propostas permanecem substanciais. Isso sugere que grandes disputas entre governo e parlamentares podem ser necessárias na busca pela obtenção de maioria a favor na Câmara dos Deputados e as disputas podem levar a algum sell-off no mercado.

Destaque ainda para o noticiário político, com a “lista de Janot”. O relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, receberá as caixas com 83 pedidos de inquérito da PGR para investigar políticos citados nas delações da Odebrecht somente na próxima semana, informou a assessoria da Corte, possivelmente na segunda-feira. De acordo com levantamento feito pelo jornal O Globo, os 83 pedidos de inquérito contêm 107 nomes sob sigilo, todos com foro privilegiado no STF.

Cabe ressaltar que, nesta sexta-feira, a maior operação de combate à corrupção e à lavagem de dinheiro do país, a Lava Jato completa três anos. Desde então, já se foram 38 fases da Operação Lava Jato. Nesse período, os investigadores apuraram fatos relacionados a empreiteiras, doleiros, funcionários da Petrobras e políticos. De acordo com dados do Ministério Público Federal no Paraná atualizados em fevereiro, foram 57 acusações criminais contra 260 pessoas, sendo que em 25 já houve sentença por crimes como lavagem de dinheiro, corrupção, organização criminosa e tráfico transnacional de drogas. Até agora, a Lava Jato conseguiu recuperar R$ 10 bilhões aos cofres públicos, entre valores que já foram devolvidos ou estão em processo de recuperação.

Agenda de indicadores
A próxima segunda-feira (20) marca o vencimento de opções sobre ações. Tradicionalmente, nas vésperas do vencimento, como esta sexta, é de se esperar volatilidade no mercado. No âmbito dos indicadores domésticos, não há divulgação de destaque. A atenção dos investidores deve se concentrar na produção industrial dos EUA, que sai às 10h15. Às 11h, sai a confiança do consumidor de Michigan.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.