Derrota de Trump, commodities e Focus

LinkedIn

Mercados Globais

Na sexta feira, a proposta de programa de saúde foi retirada pelos republicanos da pauta da Câmara dos Representantes. Com esta derrota, o governo deve desacelerar o ritmo agressivo em adoção de reformas tributárias e financeiras. Possivelmente os índices de confiança dos EUA, devem cair após renovar suas máximas ao longo das eleições. O evento de sexta-feira repercutiu nos mercados, nesta segunda-feira.

As Bolsas asiáticas fecharam em queda. Nikkei 225 (-1.44%), Hang Seng (-0.68%) e Xangai (-0.88%). A China registrou um déficit no setor de serviços de US$ 17,6 bilhões em fevereiro ante US$ 20,9 bilhões em janeiro. Em Xangai, mercado sofre grande influência de temores de uma possível bolha no setor imobiliário.

A Europa, assim como a Ásia, segue negativamente os eventos nos EUA.

Commodities em queda:

O petróleo WTI volta a cair. Às 09:35, recuava 1,1% a US$ 47,44 por barril, na NYMEX. O minério de ferro com pureza de 62%, cai 4,3% na China, para US$ 80,8 a tonelada seca. O cobre sofre junto à expectativa de que Donald Trump impulsione o setor de infraestrutura.

Brasil

O relatório Focus reafirmou a expectativa do mercado para a queda de 1 ponto percentual da Selic. Além disso, o fim do ciclo de redução do juro pode terminar em setembro, ao invés de outubro.

A operação CARNE FRACA continua a pesar sobre a economia brasileira. A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), estima uma perda de US$ 40 milhões em exportações. Já a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), estima algo em torno de US$ 96 milhões, impedidos de seguir para o exterior.

O índice de confiança do consumidor subiu 3,5 pontos em março. A desaceleração da inflação e liberação do FGTS, juntos, podem ter impactado positivamente na melhora do índice. Veja o índice abaixo, em 85,3 pontos:

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.