Dollar Week: Dólar caiu 1,36% na décima primeira semana de 2017

Google+ LinkedIn

Ao longo da décima primeira semana de 2017 (terceira semana de Março), o preço do dólar negociado no Brasil acumulou uma desvalorização de 1,36% ante o real. Foi a oitava variação semanal negativa da moeda norte-americana no ano, contra três semanas positivas. O dólar encerrou a semana negociado a R$ 3,1002 para compra e a R$ 3,1008 para venda. Nos últimos cinco pregões, foram dois pregões de baixa contra três de alta.

No mês de março, após treze pregões, a moeda norte-americana acumula uma desvalorização de 0,40%. São seis pregões de baixa contra sete de alta, até o momento, no mês. No último pregão de fevereiro, o dólar fechou cotado a R$ 3,1118 para compra e a R$ 3,1133 para venda.

Em 2017, após cinquenta e duas pregões, o dólar acumula uma queda de 4,58% ante o real. São vinte e cinco pregões de alta contra vinte e sete de baixa, até o momento, no ano. No ano passado, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,2492 para compra e a R$ 3,2497 para venda.

 

Variação diária do dólar na décima primeira semana de 2017

Data Compra Venda Variação % Variação
17/03/17 3,1002 3,1008 -0,47% -0,0147
16/03/17 3,1131 3,1155 0,14% 0,0043
15/03/17 3,1103 3,1112 -1,83% -0,0581
14/03/17 3,1687 3,1693 0,54% 0,0171
13/03/17 3,1517 3,1522 0,28% 0,0087

 

O dólar em 13 de Março, segunda-feira

O dólar fechou em alta ante o real nesta segunda-feira, voltando a ser negociada acima de R$ 3,15. Os investidores estão em compasso de espera pela decisão sobre a política monetária nos Estados Unidos que será divulgada nesta semana. Também estão de olho em novos desdobramentos no cenário político local.

Negociado a R$ 3,15, dólar inicia terceira semana de Março em alta

 

O dólar em 14 de Março de 2017, terça-feira

O dólar fechou em alta ante o real nesta terça-feira, aproximando-se do patamar de R$ 3,17. Os investidores estão à espera do resultado do encontro de política monetária do Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos, quando se espera que as taxas de juros do país sejam elevadas.

Reagindo à decisão do Fed, dólar caiu forte nesta quarta-feira

 

O dólar em 15 de Março de 2017, quarta-feira

O dólar fechou em forte queda de quase nesta quarta-feira, retornando ao patamar de R$ 3,11. A queda no preço da moeda norte-americana ocorreu após o Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos (EUA), elevar a taxa de juros do país e sinalizar que devem ocorrer apenas mais duas altas ao longo deste ano.

Reagindo à decisão do Fed, dólar caiu forte nesta quarta-feira

 

O dólar em 16 de Março de 2017, quinta-feira

O dólar fechou em alta nesta quinta-feira, cotado acima de R$ 3,11, com um fluxo pontual de compra após ser negociado abaixo de R$ 3,10 no início do pregão. Os investidores ainda repercutem a sinalização do dia anterior do Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos, de que não haverá altas adicionas de juros neste ano além das esperadas. Além disso, o Banco Central brasileiro voltou a atuar no mercado de câmbio local por meio de leilão de swaps cambiais tradicionais.

Em dia marcado pela volta do Banco Central ao mercado de câmbio, dólar fechou em leve alta pregão desta quinta-feira

 

O dólar em 17 de Março de 2017, sexta-feira

Após abrir em alta, o dólar virou e fechou em queda sobre o real nesta sexta-feira, com os investidores cautelosos diante dos cenários políticos e fiscal em dia de recuo da moeda também em relação a outras divisas de emergentes no exterior.

Dólar se recupera ao longo da sessão, fechando em queda nesta sexta-feira

JL Torres é Sócio-Diretor da ADVFN Brasil. Além de ser um dos principais colaboradores do Jornal ADVFN, também é responsável pelas newsletters Mercado Diário e Semanário Bovespa

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.