IPC-Fipe acelera para 0,61% em abril com alimentos; alta em 12 meses é de 3,71%

LinkedIn

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), na cidade de São Paulo, encerrou abril com alta de 0,61% ante 0,14% em março, elevando a taxa acumulada desde janeiro em 0,99% e, nos últimos 12 meses, de 3,71%. A elevação foi puxada pelo grupo alimentação que subiu de 0,34% para 1,12%.

A segunda maior pressão sobre o orçamento doméstico das famílias com renda entre um e dez salários mínimos foi constatada no grupo habitação (de 0,19% para 0,44%), seguida pelo grupo saúde (de 0,72% para 1,66%). No grupo despesas pessoais, a taxa acelerou de 0,17% para 0,48%.

Em transportes, houve reversão da queda de 0,17% para uma alta de 0,48% e, no grupo educação, o índice ganhou mais força ao passar de 0,06% para 0,18%. Já em vestuário, a variação mostra uma relativa estabilidade, mas com ligeira diminuição de intensidade de queda (de -0,04% para -0,02%).

As informações são da Agência Brasil.

Deixe um comentário