Dollar Week: Dólar caiu 2,88% na vigésima oitava semana de 2017

Google+ LinkedIn

Ao longo da vigésima oitava semana de 2017 (segunda semana de Julho), o preço do dólar negociado no Brasil caiu 2,88% ante o real. Foi a décima quinta semana de desvalorização da moeda norte-americana no ano, contra doze semanas de valorização e uma de estabilidade.

O dólar encerrou a semana negociado a R$ 3,1839 para compra e a R$ 3,1849 para venda. Nos últimos cinco pregões, foram um pregão de alta contra quatro de baixa.

No mês de julho, após apenas dez pregões, a moeda norte-americana apresenta uma desvalorização de 3,86%. São sete pregões de baixa contra três de alta ao longo do mês. No último pregão de junho, o dólar fechou cotado a R$ 3,3123 para compra e a R$ 3,3128 para venda.

Em 2017, após cento e trinta e três pregões, o dólar acumula uma queda de 1,99% ante o real. São sessenta e sete pregões de alta contra sessenta e seis de baixa, até o momento, no ano. No ano passado, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,2492 para compra e a R$ 3,2497 para venda.

 

Variação diária do dólar na vigésima oitava semana de 2017

Data Compra Venda % Variação Variação
14/07/17 3,1839 3,1849 -0,73% -0,0233
13/07/17 3,2075 3,2082 0,02% 0,0007
12/07/17 3,2067 3,2075 -1,41% -0,0457
11/07/17 3,2517 3,2532 -0,19% -0,0063
10/07/17 3,2589 3,2595 -0,61% -0,0200

 

Dólar em 10 de Julho de 2017 – Banco Central voltou a atuar no mercado de câmbio, derrubando o preço do dólar nesta segunda-feira

O dólar fechou em queda ante ao real nesta segunda-feira, após a moeda norte-americana tocar a mínima de R$ 3,2582 em um mês, com o Banco Central retomando suas atuações no mercado de câmbio, sem tirar do foco o cenário político, embora os investidores continuem apostando na continuidade da atual política econômica com foco nas reformas.

 

Dólar em 11 de Julho de 2017 – Com reforma trabalhista no radar, dólar fechou novamente em queda nesta terça-feira

O dólar fechou em queda nesta terça-feira, ainda negociado na casa de R$ 3,25 como na véspera, com os investidores atentos à cena política no dia da votação da reforma trabalhista pelo plenário do Senado em meio à situação cada vez mais delicada do presidente Michel Temer, que vem perdendo apoio político.

 

Dólar em 12 de Julho de 2017 – Com condenação de Lula, dólar atinge seu menor patamar dos últimos dois meses

O dólar ampliou a queda em relação ao real nesta quarta-feira e fechou em baixa, após a notícia sobre a condenação do ex-presidente e Luiz Inácio Lula da Silva. Antes, a moeda já operava em queda, em meio ao otimismo com a aprovação da reforma trabalhista no Senado, na véspera, e de olho em pistas sobre o rumo dos juros nos Estados Unidos.

 

Dólar em 13 de Julho de 2017 – Após quatro quedas seguidas, dólar fechou pouco acima da estabilidade nesta quinta-feira

O dólar fechou quase estável ante ao real nesta quinta-feira, após quatro quedas consecutivas e do recuo ao patamar dos R$ 3,20 na véspera com a condenação do ex-presidente Lula e a aprovação da reforma trabalhista.

 

Dólar em 14 de Julho de 2017 – Dólar caiu nesta sexta-feira, negociado abaixo de R$ 3,20

O dólar fechou a semana em queda ante ao real nesta sexta-feira, no menor valor desde 17 de maio, quando foi noticiada a delação da JBS. Naquele dia, o preço da moeda norte-americana disparou e terminou o dia vendida a R$ 3,3890 ante R$ 3,1337 do dia anterior. No exterior, dados fracos sobre a economia norte-americana enfraquecerem as apostas de mais um aperto monetário nos Estados Unidos neste ano.

JL Torres é Sócio-Diretor da ADVFN Brasil. Além de ser um dos principais colaboradores do Jornal ADVFN, também é responsável pelas newsletters Mercado Diário e Semanário Bovespa

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.