Caixa Seguridade está na fila das privatizações

LinkedIn

A Caixa Seguridade é a próxima na fila das privatizações, avalia o colunista de O Globo Lauro Jardim neste domingo (27). A empresa compreende os negócios do banco público com a Caixa Seguradora, Pan Seguros e PAN Corretora.

Em 2013, o Banco do Brasil vendeu ações do seu braço de seguros (BB Seguridade) na B3 em uma oferta que girou R$ 11,47 bilhões. Em julho de 2015, o ex-ministro da Fazenda Joaquim Levy incluiu a vendas de ações da Caixa Seguridade em um plano para levantar recursos por meio de um IPO. O processo, contudo, não foi para frente por conta das condições do mercado.

Recentemente, a Caixa Seguridade decidiu encerrar o acordo de exclusividade com a Caixa Seguros (que tem a francesa CNP – 51,7% e a Caixa Seguridade – 48,2% como sócias) para o acesso à rede da Caixa. A Caixa Seguros tem 25% do capital da Wiz (Ex-Par Corretora), com quem tem exclusividade até 2039 para ser a sua corretora.

Fonte: Money Times. 

Deixe um comentário