Desemprego cai para 13% no segundo tri

LinkedIn

Segundo informações divulgadas hoje (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego no Brasil fechou o segundo trimestre do ano com retração. Isto representa 13,5 milhões de pessoas sem ocupação.

As quedas aconteceram em todas as grandes regiões do país, com exceção do Nordeste. Apesar da retração de 16,3% para 15,8%, técnicos consideram que há estabilidade. Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) relativa a abril, maio e junho, comparativamente ao trimestre imediatamente anterior.

A pesquisa apresenta destaques nas regiões Norte, onde a taxa caiu de 14,2% para 12,5% e Centro-Oeste, com recuo de 12% para 10,6%. Os dados indicam que o desemprego no Sudeste foi de 14,2% para 13,6%, e no Sul, de 9,3% para 8,4%. Em Pernambuco, a taxa passou de 17,1% para 18,8% e em Alagoas subiu de 17,5% para 17,8%. As menores taxas ocorreram em Santa Catarina (7,5%), Rio Grande do Sul (8,4%) e Mato Grosso (8,6%).

Para o total do país, o desemprego caiu de 13,7% para 13%.

Fonte: Agência Brasil.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.