Ibovespa atinge 3ª alta seguida, ultrapassando os 71 mil pontos

LinkedIn

Seguindo a tendência dos últimos dois dias, o Ibovespa fechou novamente em alta, ultrapassando os 71.000 pontos. O clima de otimismo segue com os planos de privatizações e a aprovação da Taxa de Longo Prazo (TLP) na Câmara.

Histórico

Com alta de 0,93%, o índice da Bolsa fechou com 71.132,80 pontos. A Vale (BOV:VALE5) encerrou o dia com uma valorização de 3,4%, enquanto a Eletrobras ON (BOV:ELET3) subiu 4%, a Bradespar PN (BOV:BRAP4fechou com alta de 4,53% e a Bradespar ON com +4,2%. Por outra lado, após anunciar a troca de CEO, a Gerdau (BOV:GOAU4) teve uma queda de 2,4% ao longo do pregão de hoje.

Levando em consideração o mês de agosto, o Ibovespa acumula uma alta de 7,91%, após 18 pregões. Até o momento, foram 13 pregões positivos e cinco negativos. Em julho, o índice fechou em 65.920,36 pontos.

Com relação ao ano, após 162 pregões, o indicador subiu 18,11%. Já foram 81 pregões em alta contra 81 em baixa. O Ibovespa fechou com 60.227,29 ponto em 2016.

Influência

O mercado se mostrou bastante positivo com a aprovação do texto-base da nova taxa de juros do BNDES, a Taxa de Longo Prazo (TLP), que visa ajudar a estabilizar as contas públicas.

Ainda de olho na redução do déficit do Governo Federal, o anúncio sobre os 57 projetos de privatizações, incluindo o aeroporto de Congonhas e a Casa da Moeda, reforçou a confiança dos investidores.

 

Deixe um comentário