JSL reverte prejuízo em lucro de R$ 13,9 milhões no 2º trimestre

Google+ LinkedIn

A JSL (BOV:JSLG3) encerrou o segundo trimestre de 2017 com lucro líquido de R$ 13,9 milhões, saindo de prejuízo líquido de R$ 16,9 milhões no mesmo período do ano anterior. “A resiliência da operação logística diante do cenário macroeconômico difícil, com uma oferta diversificada de serviços, é o grande destaque desse trimestre”, afirmou Denys Ferrez, diretor financeiro (CFO) da JSL, em entrevista ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado.

Segundo relatório da administração, a queda na linha de despesas financeiras também contribuiu para o bom resultado no período. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) da empresa cresceu 3,1% no segundo trimestre no comparativo anual, para R$ 304,8 milhões e a margem foi a 22,2%, 0,6 ponto porcentual menor que no segundo trimestre de 2016 (22,8%). A receita líquida consolidada ficou em R$ 1,830 bilhão no segundo trimestre, alta de 10,6% ante igual período de 2016.

Na mesma base de comparação, a receita de Serviços cresceu 6,2%, para R$ 1,375 bilhão, enquanto a receita líquida de venda de ativos cresceu 26,3%, somando de R$ 455,4 milhões. “Estamos vendo um pouco mais de animo na economia. Não acredito em novos sobressaltos, mas em uma melhora gradual, com consequente melhora nas margens”, afirmou Ferrez.

Na comparação dos últimos doze meses, o Fluxo de Caixa Livre evoluiu de R$ 78 milhões em junho de 2016 para R$ 413 milhões em junho deste ano. Em relatório, a companhia atribui a melhora à diminuição do Capex líquido na Logística e aumento das vendas dos ativos na Movida, com a maturidade da frota.

Resultado Financeiro

Entre abril e junho, as despesas financeiras líquidas da JSL diminuíram 17,7% no comparativo anual e 15,3% em relação ao primeiro trimestre, somando R$ 153,1 milhões. A queda é atribuída a redução da taxa Selic promovida nos últimos meses pelo Banco Central e a redução do custo médio da dívida, aliado ao efeito positivo da atualização monetária de créditos extemporâneos de impostos.

Fonte: Agência Estado 

Repórter ADVFN é o canal automatizado de informações da ADVFN Brasil, um dos principais veículos financeiros do país. Contém vídeos exclusivos sobre o dia a dia do mercado financeiro brasileiro, além de artigos inéditos produzidos por canais de comunicação parceiros.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.