Lucro das empresas da Bovespa cai 13,2% no 2º tri; com Vale, Eletrobras e Oi, queda é de 51%

LinkedIn

O lucro das empresas da Bovespa caiu 13,2% no segundo trimestre de 2017 em comparação ao mesmo período de 2016, mostra estudo da Economática, provedora de informações financerias. Dos 24 setores analisados, 12 têm queda em 2017. O destaque nos prejuízos é do setor de construção e o de lucros, o de siderurgia.

Para o levantamento, foram consideradas todas as empresas que apresentaram seus balanços à Comissão de Valores Mobiliário (CVM) até o dia do dia 15 de agosto de 2017. A Economatica faz a ressalva de que o balanço da JBS não está considerado no levantamento por não estar disponível na fonte primaria CVM até as 18 horas do dia 15 de agosto. Mesmo assim, o resultado geral de queda não seria alterado, já que o lucro da JBS apresentou redução de 80%.

Sem Vale, Oi e Eletrobrás

O levantamento também não considerou os números de Eletrobrás, Vale Oi já que a variação do lucro dessas empresas no período analisado é muito elevada e distorce o estudo geral das empresas.

O lucro acumulado de 309 empresas no segundo trimestre de 2017 é de R$ 24,4 bilhões, valor 13,2% inferior que o do mesmo período de 2016 quando as mesmas empresas registraram R$ 28,1 bilhões.

O setor com maior lucro acumulado no segundo trimestre de 2017 com 23 instituições é o de Bancos. Com R$ 16,0 bilhões o setor de Bancos teve crescimento do lucro de R$ 851 milhões ou 5,6%.

O segundo setor mais lucrativo é o de Energia Elétrica (Sem Eletrobrás) com R$ 2,25 bilhões; em 2016 o setor registrou R$ 3,26 bilhões queda de 31,1%

Seis setores com prejuízo

Seis setores tem prejuízo consolidado no segundo trimestre de 2017. O setor de Construção com 21 empresas registra R$ 1,56 bilhões de prejuízo e o setor de Transportes e Serviços com R$ 654,4 milhões é o segundo setor com maior prejuízo nominal.

Dos 25 setores avaliados, 12 setores têm queda de lucratividade no segundo trimestre de 2017 com relação ao mesmo período de 2016. O setor de Papel e Celulose com cinco empresas é o que tem a maior queda de lucro com R$ 3,34 bilhões. No segundo trimestre de 2016 o setor registrou lucro de R$ 2,94 bilhões contra prejuízo de R$ 399,8 milhões no ano de 2017.

Siderurgia lidera aumento nos lucros

O setor com maior crescimento nominal de lucratividade entre o segundo trimestre de 2016 e 2017 é o se Siderurgia. Com 18 empresas o setor registra lucro de R$ 107,4 milhões no segundo trimestre de 2017 contra prejuízo de R$ 792,3 milhões em 2016, crescimento nominal de R$ 899,86. O setor de bancos com 23 instituições é o setor com o segundo maior crescimento nominal de lucratividade com R$ 851,51 milhões entre 2016 e 2017.

Com Vale, Oi e Eletrobrás, lucro cai 51%

O conjunto das empresas da Bovespa considerando as três empresas excluídas na primeira analise (312 empresas) apresentou lucro de R$ 43,9 bilhões no segundo trimestre de 2016 contra R$ 21,50 bilhões do segundo trimestre de 2017, queda de R$ 22,42 bilhões ou 51,0% de queda.

O estudo com as empresas Eletrobrás, Oi e Vale S.A. apresenta uma queda de lucratividade muito elevada o que acaba distorcendo fortemente o resultado geral das empresas.

resultados2tri2017

Deixe um comentário