Neoenergia protocola pedido de oferta e IPO deve ocorrer em dezembro

LinkedIn

A Neoenergia protocolou na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o prospecto preliminar para sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). A oferta contará com emissão primária e secundária, que permitirá a venda de ações detidas pela Previ e BB Investimentos. O número de ações a serem ofertadas e a faixa indicativa de preço do papel ainda não estão disponíveis. A oferta deverá ocorrer em dezembro.

Os coordenadores da oferta são o BB Investimentos e o Credit Suisse. A listagem das ações será no Novo Mercado da B3, que é o segmento de maiores exigências de governança corporativa. Outros bancos ainda integrarão o sindicato. Os recursos da oferta primária, segundo o documento, serão utilizados para execução de investimentos previstos no plano de negócio da companhia.

“Além dos recursos captados com a oferta primária, a companhia espera obter recursos adicionais a partir de sua própria geração de caixa e alocá-los para a destinação de recursos aqui descrita”, destaca a empresa no prospecto disponibilizado no site da CVM.

A Neoenergia registrou no primeiro semestre deste ano um lucro líquido pro forma, considerando a fusão com a Elektro, de R$ 361 milhões. O EBITDA ficou em R$ 1,938 bilhão, com margem de 18,1%. A receita líquida somou R$ 10,725 bilhões. Não foi informada a base comparativa, mas o lucro dos primeiros seis meses deste ano correspondeu a 73,6% do resultado líquido de todo exercício social de 2016, de R$ 490 milhões, mostrou a empresa.

Fonte: Agência Estado

Deixe um comentário