Queda da ação da Sabesp é oportunidade de compra, diz Credit Suisse

LinkedIn

As ações da Sabesp (BOV:SBSP3) chegaram a cair até 5,7% nesta segunda-feira (14/08), para R$ 31,16, após a Agência Reguladora do Estado de São Paulo (Arsesp) ter divulgado, na sexta-feira, uma nota técnica preliminar com números estimados para a 2ª Revisão Tarifária Ordinária. O comunicado surpreendeu negativamente o mercado. No final do dia, os papéis se recuperaram e terminaram a sessão com baixa de 2,45%, a R$ 32,24.

“Acreditamos que será difícil para o mercado chegar a uma conclusão clara após este primeiro esboço e para lembrar aos investidores que este será um processo de dois passos”, explicam os analistas Vinicius Canheu e Arlindo Carvalho.

Segundo eles, o valor de sexta-feira (11/08) já assumia um espaço considerável para um processo tarifário negativo. Além disso, os analistas observam que os dois fatores que têm o potencial de criar mais danos no processo, a Base de Remuneração Regulatória Inicial (RAB, na sigla em inglês) de R$ 40,3 bi e o Custo Médio Ponderado de Capital(Wacc – taxa de desconto) de 8%, vieram em linha com as expectativas.

“Como tal, seríamos compradores das ações caso ocorram grandes quedas após o lançamento deste rascunho”, destaca o banco. O preço-alvo estimado é de R$ 42.

Fonte: Gustavo Kahil

Deixe um comentário