Acordo com Petros é positivo para Petrobras, dizem Citi e BTG

LinkedIn

O acordo com a Petros para o ajuste do déficit do fundo de pensão irá cortar do  balanço da Petrobras (BOV:PETR3) (BOV:PETR4)R$ 14 bilhões que estavam “bloqueados” em suas demonstrações financeiras.

Isso porque, como ressalta o BTG Pactual, a empresa tinha provisionado para tal finalidade R$ 28 bilhões e, agora, terá a diferença dos R$ 13,7 bilhões do acordo livres.

O restante será assumido pelos funcionários da empresa. Segundo os analistas, a notícia “definitivamente boa”. A recomendação do BTG é de compra.

O Citi  estima que a responsabilidade da companhia poderia enfrentar uma redução líquida de R$9 bilhões até o final do ano, dado que a Petrobras transferiria R$14 bilhões da responsabilidade do plano aos beneficiários.

O analista Pedro Medeiros recomenda a compra das ações preferenciais, com preço-alvo de R$ 21,80.

Fonte: Money Times

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.