Após sete baixas consecutivas, dólar encerra o dia em alta

LinkedIn

Nesta segunda-feira (11),  após 7 dias consecutivos em queda, o dólar obteve um resultado positivo. Durante quase todo o dia, a moeda foi negociada em baixa, mas se recuperou e encerrou o sexto pregão de setembro em alta.

Hoje

Hoje o dólar fechou o dia com 0,30% de alta, cotado a R$ 3,1031 para compra e R$ 3,1068 para venda.

Em setembro, após 6 pregões, a moeda acumula 1,29% de queda. Até o momento, são 5 pregões de baixa contra 1 de alta. No último pregão de agosto, o dólar fechou cotado a R$ 3,1417 para compra e R$ 3,1475 para venda.

Em 2017, após 173 pregões, o dólar apresenta uma desvalorização de 4,39%. São 82 pregões de alta contra 91 de baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,2492 para compra e a R$ 3,2497 para venda.

Influências

A prisão de Joesley Batista, do grupo J&F, contribuiu para o movimento de queda da moeda durante o dia, com a interpretação dos investidores de que isso deve fortalecer o presidente Michel Temer para enfrentar nova eventual segunda denúncia contra ele.

No fim de semana, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin determinou a prisão temporária e a suspensão dos benefícios da colaboração firmada pelos delatores da J&F Joesley Batista e Ricardo Saud.

No cenário exterior, a perda de força do furacão Irma, que até terça-feira pode se tornar uma tempestade tropical, e a calmaria na Coreia do Norte, que não fez nenhum teste nuclear no final na semana, favoreciam o clima mais tranquilo nesta segunda-feira.

Deixe um comentário