Canadá anuncia sanções financeiras a Nicolás Maduro e outros 39 venezuelanos

Google+ LinkedIn

O governo do Canadá anunciou nesta sexta-feira (22) a imposição de sanções financeiras ao presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e outras 39 figuras-chave do governo do país  “para enviar uma clara mensagem de que o seu comportamento antidemocrático tem consequências”. A informação é da Agência EFE.

O Ministério das Relações Exteriores canadense disse que as sanções afetam pessoas que são responsáveis “pela deterioração da democracia na Venezuela”. A lista de sancionados inclui 40 nomes, entre os quais se destacam o vice-presidente do país, Tareck el Aissami; o presidente do Conselho Nacional Eleitoral, Tibisay Lucena; o ministro da Educação, Elías Jaua; e o procurador-geral, Tarek Saab.

As sanções impõem o congelamento de ativos e a proibição de que indivíduos no Canadá e canadenses fora do país tenham relações financeiras com as 40 pessoas da lista que, segundo o Ministério das Relações Exteriores canadense, “tiveram um papel-chave em enfraquecer a segurança, estabilidade e integridade das instituições democráticas da Venezuela”.

A ministra das Relações Exteriores do Canadá, Chrystia Freeland, declarou que seu país “não permanecerá em silêncio enquanto o governo da Venezuela rouba os direitos democráticos fundamentais do povo. O anúncio de sanções ao regime de Maduro ressalta o nosso compromisso com a defesa da democracia e dos direitos humanos no mundo todo. O Canadá mostra sua solidariedade ao povo da Venezuela enquanto luta para restaurar a democracia no seu país”, falou.

Fonte: Agência Brasil

Repórter ADVFN é o canal automatizado de informações da ADVFN Brasil, um dos principais veículos financeiros do país. Contém vídeos exclusivos sobre o dia a dia do mercado financeiro brasileiro, além de artigos inéditos produzidos por canais de comunicação parceiros.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.