CEO americano diz que bitcoin é uma fraude; mercado de criptomoedas opera em baixa

LinkedIn

O mercado de criptomoedas opera em queda pelo segundo dia consecutivo nas principais 5 moedas nesta terça-feira (12). Hoje, até às 16h35, a Digital Cash (COIN:DASHUSD) era a única a mostrar melhores números, com 1,2% de valorização, cotada a R$ 1007,83 e com cerca de 22 mil moedas em circulação.

Em outras moedas virtuais, o dia segue no vermelho. A Bitcoin (COIN:BTCUSD) caiu 2,24%, valendo o equivalente à R$ 12.897,75, com cerca de 21 mil moedas em circulação. A Ethereum (COIN:ETHUSD), por sua vez, teve uma queda 2,75%, valendo R$ 907,03

Às 16h34, a BitcoinCash (COIN:BCHUSD) operava com 4,58% de queda, valendo R$ 1.660,87 e a Litecoin (COIN:LTCUSD) caia 3,4%, valendo R$ 206,23.

Influências

Jamie Dimon, CEO de um dos maiores bancos do mundo, o JP Morgan, deu uma declaração um tanto quanto polêmica sobre bitcoins para a CNBC hoje. Segundo ele, a moeda virtual é uma fraude que eventualmente “irá explodir”.

As críticas de Dimon surgem em um momento onde uma das figuras mais conhecidas de Wall Street está começando a abraçar o mercado de criptomoedas. Tom Lee, da Fundtrat Global Advisors, disse que vê o bitcoin atingir os US$ 6.000,00 ainda no próximo ano.

Fique por dentro das movimentações do mercado de criptomoeadas

Deixe um comentário