Indicadores de mercado - Dólar, Bolsa, Petróleo&Petrobras

LinkedIn

Semana 28/08 a 01/09/2017

Dólar – O dólar à vista variou esta semana dos R$ 3,162 de segunda-feira (28) aos R$ 3,147 nesta sexta-feira (01). A pesquisa Focus desta semana manteve a previsão da taxa do dólar de 2017 em R$ 3,23 e reduziu a de 2018 de R$ 3,39, para R$ 3,38. A taxa de câmbio acumula queda de 0,32% na semana e alta de 0,93% no acumulado do mês. Apresenta queda de 3,17% no ano e de 2,93% nos últimos doze meses.

Bolsa – O Ibovespa fechou a semana aos 71.923 pontos, com alta de 1,2%. Acumula alta de 7,82% no mês, de 19,42% no ano e de 22,75% nos últimos doze meses. O giro financeiro médio da semana foi da ordem de R$ 8,444 bilhões. Um cenário internacional favorável e sinais de recuperação da economia brasileira positivos proporcionaram um desempenho otimista do Ibovespa na entrada do mês de setembro. No mês de agosto o Ibovespa apresentou alta da ordem 7,46% e de 17,61% no ano. A aprovação dos projetos do governo, especialmente a reforma da previdência, será decisiva para manter o desempenho favorável da Bovespa.

Petróleo & Petrobras – O preço médio do barril de petróleo Brent nesta semana passou de US$ 52,07 para R$ 51,98, em baixa de 0,33% em relação à semana anterior. O petróleo Brent fechou o movimento de sexta-feira (01) cotado a US$ 52,76 com alta de 0,78% na semana, de 0,27% no mês e queda de 6,77% no ano. Nos últimos doze meses acumula alta de 12,16%. O petróleo WTI, por sua vez, encerrou cotado a US$ 47,35 com queda de 1,09% na semana, de 5,62% no mês e de 12,41% no ano. Nos últimos doze meses apresenta alta de 5,55%.

As ações (BOV:PETR3) ON fecharam a semana cotada a R$ 14,03. Apresenta queda de 3,24% na semana, alta de 1,67% no mês, e queda de 17,18% no ano e de 4,82% nos últimos doze meses. As ações (BOV:PETR4) PN fecharam cotadas a R$ 13,56, com queda de 2,09% na semana, alta de 2,19% no mês e queda de 8,81% no ano. No acumulado dos últimos doze meses apresenta alta de 5,53%.

A Petrobras retoma seu programa de desinvestimento colocando à venda campos de petróleo terrestres na Bahia e no Rio Grande do Norte, conforme divulgou segunda-feira (28). Trata-se de um pacote com 50 campos produtores que já foram oferecidos ao mercado antes da intervenção do Tribunal de Contas da União, suspendendo o programa. Os campos tem produção média de 20,4 mil barris de óleo equivalente. Outra notícia da companhia é a que informa quarta-feira (30) o reajuste de 0,5% no preço da gasolina e de 2,5% no diesel, acumulando alta no mês de respectivamente 3,9% e 4,7%, conforme nova política de preços adotada em julho último.

Deixe um comentário