Índice brasileiro sobe em NY; Gerdau cai com corte de recomendação

LinkedIn

O índice brasileiro “Dow Jones Brazil Titans 20 ADR” iniciou as negociações desta quinta-feira (7), feriado no Brasil, em alta de 0,7%. Os investidores avaliam a evolução do furacão Irma sobe o Caribe, além de dados sobre o emprego nos EUA e declarações sobre política monetária na Zona do Euro.

O Banco Central Europeu (BCE) manteve o programa de estímulos de € 60 bilhões ao mês até dezembro e reiterou a intenção de ampliá-lo caso as condições da economia apresentem uma piora. A taxa de juro foi mantida em zero.

“Se as perspectivas passarem a ser menos favoráveis ou se as condições financeiras deixarem de ser consistentes com uma evolução no sentido de um ajustamento sustentado da trajetória de inflação, o Conselho do BCE está preparado para aumentar o volume e/ou a duração do programa”, mostra o comunicado da autoridade monetária.

A estimativa para o crescimento da região foi revisada de 1,9% para 2,2%, a maior desde 2007. Já para a inflação, a projeção para 2017 continuou em 1,5%, enquanto para 2018 passou de 1,3% para 1,2%.

Nos EUA, os pedidos de auxílio-desemprego ficaram em 298 mil na semana encerrada no dia 2 de setembro. Os números vieram acima dos 239 mil estimados pelo consenso colhido pelo site Briefing.com e do visto anteriormente (236 mil).

Brasil e Gerdau

Por aqui, o mercado acompanha os possíveis desenvolvimentos do depoimento prestado nesta manhã pelo empresário Joesley Batista na Procuradoria-Geral da República (PGR). A PGR decidiu esta semana abrir processo de revisão do acordo de colaboração de Joesley Batista, Ricardo Saud e Francisco e Assis e Silva, delatores ligados à empresa JBS.

Os ativos da Gerdau (GGB) estão entre as principais quedas do Brazil Titans hoje em reflexo ao corte na recomendação realizado pelo Credit Suisse na véspera, de compra (outperform) para neutra, enquanto o preço-alvo foi mantido em R$ 14.

“Acreditamos que o protecionismo nos EUA é iminente, mas não incluímos qualquer vantagem no nosso cenário-base e deixamos isso como uma opcionalidade”, avaliam os analistas. Os papéis têm queda de 0,6%.

Fonte: Money Times

Deixe um comentário