Pré-market: investidor permanece de olho em Fed e STF nesta quarta-feira

Google+ LinkedIn

O cenário para os investidores nesta quarta-feira (20) é de expectativas sobre alguma estabilidade nos principais mercados globais do mundo com o fim da reunião do Banco Central dos Estados Unidos (Federal Reserve). Ainda, os comentários de Janet Yellen – economista que está à frente do FED – com relação às projeções econômicas são muito aguardados.

Em solo brasileiro, as atenções permanecem voltadas para a segunda denúncia contra Michel Temer. Hoje, o Supremo Tribunal Federal irá definir o futuro do presidente.

Às 11h30 de hoje, será divulgado informações sobre os estoques de petróleo americano, o que pode gerar possíveis impactos na commodity.

Day trade

Para o dia, a Benndorf recomenda compra dos ativos AES Tietê (TIET11), Schulzs (SHUL4) e Gerdau (GGBR4).

A Spinelli indica a compra de Vale (VALE3), Braskem (BRKM5), Tim (TIMP3), Ecorodovias (ECOR3) e Grendene (GRND3). Para venda, as indicações da corretora são Cyrela (CYRE3), Estácio (ESTC3), Copel (CPLE6), Gol (GOLL4) e Gerdau (GGBR4).

Empresas

Suzano (SUZB5): anunciou que a partir de outubro irá elevar os preços da tonelada de celulose nos Estados Unidos, Europa e China. A informação veio após a concorrente Fibria ter dito que também faria reajuste no preço.

Lojas Renner (LREN3): empresa anunciou a distribuição de proventos sobre o capital próprio de R$ 0,070408 por ação. O pagamento será efetuado até dez dias após a Assembleia Geral Ordinária de 2018

Fleury (FLRY3): está programado para hoje, entre 11h30 e 11h45, o leilão de venda de 5,87% do total de ações do grupo Fleury na B3 pelo peço de R$ 27,25, abaixo da cotação de fechamento de ontem (R$ 28,25). De acordo com a Coinvalores, isso “deverá pressionar os ativos hoje na bolsa”.

Tegma (TGMA3): a companhia informou que criará joint venture no Espírito Santo, em parceria com a Silotec e GDL. A joint venture congregará as atividades de armazenagem e movimentação de mercadorias em geral em Cariacia-ES. A empresa ainda contará com mais de 600 mil m²  de armazéns cobertos e cerca de 220 mil m² de pátios logísticos.

Santos Brasil (STBP3): segundo informações do Valor Econômico, a Santos Brasil colocou à venda seus terminais na cidades de Imbituba-SC e Barcarena-PA, diante da ociosidade dessas operações. A reportagem do jornal também destaca que um terminal no estado do Pará também poderá ser alienado no futuro.

Bruna Calazans é repórter ADVFN e estudante de Jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi. Também é responsável pelas colunas Balança Comercial, Mercado Diário, Análise Criptomoedas e Carteira Recomendada. Contato: brunac@advfn.com.br

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.