Setor de Serviços: Rondônia apresentou o maior crescimento mensal em Julho de 2017

LinkedIn

No que se refere aos resultados regionais do setor de serviços em julho de 2017, com ajuste sazonal, as maiores variações positivas de volume, em relação a junho, foram registradas em Rondônia (2,0%), Mato Grosso do Sul e Amazonas (ambas com 0,8%) e Goiás e Rio grande do Norte (ambas com 0,7%).

As maiores variações negativas foram observadas em Mato Grosso (-7,0%), Espírito Santo (-6,0%) e Tocantins (-5,3%).

Quanto aos resultados sem ajuste sazonal, na comparação com igual mês do ano anterior, Paraná, com 7,1%, Amazonas, com 5,6% e Mato Grosso, com 5,3%, foram as maiores variações positivas. As maiores variações negativas foram registradas em Roraima (-17,0%), Tocantins e Distrito Federal (ambas com -14,7%), e Maranhão (-11,6%).

Setor de Serviços no Brasil em Julho de 2017

O setor de serviços no Brasil apresentou, no mês de julho, retração de 0,8% no volume de serviços prestados, frente à junho, na série livre de influências sazonais, após ter registrado crescimento de 1,3% em junho e de 0,3% em maio.

Na série sem ajuste sazonal, no confronto com igual mês do ano anterior, o setor registrou queda de 3,2%, contra recuos de 3,0% em junho e de 1,9% em maio.

Com esses resultados, a taxa acumulada no ano ficou em -4,0% e, em 12 meses, -4,6%.

Clique aqui para saber mais sobre o desempenho do setor de serviços brasileiro em Julho de 2017.

Desempenho Regional do Setor de Serviços do Brasil em Julho de 2017

Índice (Pontos) Variação Anual (%) Acumulado Ano (%) Acumulado 12 Meses (%)
Brasil 89,2 -3,2 -4,0 -4,6
Rondônia 92,8 -7,2 -15,8 -17,4
Acre 85,2 -5,7 -4,7 -4,3
Amazonas 79,3 5,6 -5,1 -8,4
Roraima 84,4 -17,0 -16,8 -12,0
Pará 86,0 -9,9 -9,9 -9,1
Amapá 68,4 -5,7 -16,4 -15,3
Tocantins 87,6 -14,7 -12,2 -11,5
Maranhão 71,9 -11,6 -9,9 -10,1
Piaui 85,9 -8,2 -2,1 -2,7
Ceará 88,6 -5,4 -4,4 -4,1
Rio Grande do Norte 88,7 -3,3 0,3 -2,0
Paraíba 78,5 -8,7 -8,5 -8,1
Pernambuco 81,8 -5,3 -5,5 -6,5
Alagoas 92,0 -1,6 -2,1 -2,9
Sergipe 77,1 -8,1 -11,3 -9,6
Bahia 79,9 -8,3 -6,5 -7,5
Minas Gerais 88,3 -5,2 -3,3 -3,5
Espirito Santo 82,6 -3,0 -1,5 -5,0
Rio de Janeiro 82,2 -10,7 -9,9 -9,6
São Paulo 93,6 -0,1 -1,1 -1,6
Paraná 99,5 7,1 4,0 -0,6
Santa Catarina 83,4 -3,7 -7,8 -8,6
Rio Grande do Sul 89,2 -0,7 -4,5 -4,5
Mato Grosso do Sul 87,2 -5,7 -11,3 -11,6
Mato Grosso 102,3 5,3 4,2 -9,0
Goiás 87,0 -2,3 -6,3 -8,5
Distrito Federal 84,2 -14,7 -14,0 -10,4

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.