Tivit define faixa indicativa de preço de ação em IPO entre R$43 e R$51

Google+ LinkedIn

A companhia de tecnologia da informação Tivit definiu entre 43 e 51 reais a faixa indicativa para o preço de suas ações em uma oferta pública secundária que pode movimentar pelo menos 1,3 bilhão de reais.

A operação coordenada pelos bancos Credit Suisse, Itaú (BOV:ITUB4) BBA, Bradesco (BOV:BBDC4) BBI, BTG Pactual (BOV:BBTG99), JPMorgan (BOV:JPMC34) e Santander (BOV:SANB11), tem período de reserva entre 18 e 27 de setembro. A fixação do preço está prevista para 28 de setembro e o início dos negócios no segmento Novo Mercado da B3 deve ocorrer em 2 de outubro.

O fundo de investimento APX Brazil e os investidores individuais Luiz Roberto Mattar, Paulo Sergio de Freitas, Tatiana Lorenzi, Carlos Renato Gazaffi, André Guimarães Frederico, Valdinei Cornatione, José Ometto Alberto, Orlando Silva Pereira, Alexandre Ferreira da Silva e Fabiano Droguetti serão vendedores na oferta.

Os vendedores vão oferecer em lote inicial de cerca de 31 milhões de ações da Tivit. O volume poderá ser ampliado em até 10,8 milhões de papéis com lotes adicional e suplementar.

Segundo o prospecto preliminar, a Tivit teve lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de 169 milhões de reais no primeiro semestre deste ano, crescimento de 32 por cento sobre o mesmo período do ano passado. A margem passou de 18,7 para 23,4 por cento.

A publicação do documento ocorre em meio a um início de recuperação do mercado de ofertas de ações este ano, que é o melhor desde 2013. No final de julho, a resseguradora IRB Brasil precificou seu IPO no piso da faixa indicativa, a 27,24 reais, encerrando nesta segunda-feira cotada a 31,58 reais, uma valorização de cerca de 16 por cento.

Nos próximos dias deve ser a vez a produtora de alimentos Camil a divulgar os termos de sua oferta de ações. A empresa comunicou o mercado no final de julho sobre a retomada dos planos de IPO.

Já estrearam papéis em bolsa de valores neste ano a companhia aérea Azul, a empresa de diagnósticos médicos Hermes Pardini, a locadora de veículos Movida e a varejista Carrefour (PA:CARR) Brasil. Juntos, esses IPOs já movimentaram mais de 10 bilhões de reais.

Fonte: Investing.com

Repórter ADVFN é o canal automatizado de informações da ADVFN Brasil, um dos principais veículos financeiros do país. Contém vídeos exclusivos sobre o dia a dia do mercado financeiro brasileiro, além de artigos inéditos produzidos por canais de comunicação parceiros.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.